Prefeitura investe na valorização de artistas e democratiza o acesso à Cultura em Goiânia

Date:

Share post:

Nos últimos três anos, de 2021 a 2023, a Prefeitura de Goiânia tem investido no setor cultural de forma especial, com foco na democratização do acesso à cultura e na valorização dos artistas locais. Por meio de políticas públicas, emendas impositivas parlamentares, parcerias e novos projetos idealizados pela Secretaria Municipal de Cultura ( Secult), Goiânia deu um salto cultural com o bordão “Dez vezes mais”, já que aproximadamente 40 ações culturais, que eram realizadas no inicio da atual gestão, se multiplicaram para mais de 400 ações e projetos vigentes em todas as áreas e modalidades.

Ações da Prefeitura aqueceram o setor cultural goianiense, que por anos não era prioridade governamental e ainda sofreu fortes consequências da pandemia.

Agora a realidade do cenário artístico em Goiânia tem sido outra e por onde passa o goianiense pode ver ou ouvir falar sobre a realização de Tendas Culturais com shows em espaços públicos abertos, exposições de arte, intervenções artísticas no Centro, apresentação de artistas de rua que recebem cachê da Prefeitura e realização do maior projeto voltado ao público LGBTQIA+ que já existiu em Goiás, além de formações, concertos, conferências e os tradicionais eventos em datas celebrativas.

Uma novidade, que se tornou modelo para várias cidades do Brasil, é o Cadastramento do Artista, via site da Prefeitura, que possibilita a contratação para os eventos promovidos na cidade. A medida possibilitou uma igualdade dentro da classe artística, sem discriminação e sem privilégios ou preferência para modalidades. 

Outro grande destaque que evidencia o quanto Goiânia está em constante evolução cultural na atual gestão é a viabilização das leis de incentivo. Neste ano, a Lei Municipal de Incentivo à Cultura e a Lei Paulo Gustavo beneficiaram com cerca de  R$ 16 milhões artistas de todas as modalidades, que inscreveram projetos por meio de editais e receberam valores significativos para realização de contrapartidas, assim como investimento em espaços culturais como pessoas físicas ou jurídicas.

O Calendário Cultural 2023 se encerra em dezembro e contabiliza mais de 400 ações promovidas pela Secretaria Municipal de Cultura. Para 2024, a expectativa é aumentar os investimentos para que mais ações possam acontecer, mais artistas tenham espaço, sejam valorizados e reconhecidos cada vez mais, para que Goiânia continue pulsando arte pelos quatro cantos da cidade.

Secretaria Municipal de Cultura (Secult) – Prefeitura de Goiânia

spot_img

Notícias relacionados

Educação como ferramenta de mudança: Investimentos no futuro dos mais pobres

A educação tem sido reconhecida globalmente como um dos pilares fundamentais para o combate à pobreza e a...

Teatro Goiânia recebe espetáculo “Entre memórias”

Sobre memórias e aprendizados, a apresentação de dança será às 19h30 O Teatro Goiânia, unidade da Secretaria de Estado...

Studio Y no Bloco do Carneiro

O Studio Y estará presente no Bloco do Carneiro, no Deck Mambo com sua tradicional ação de retoques...

Palavra Comunicação lança Videocast

As jornalistas Alessandra Câmara e Bia Tahan, da Palavra Comunicação, lançam nos próximos dias o Videocast: Com a...