“Capoeira é meu remédio”, diz mestre de 96 anos

Date:

Share post:

Aos 96 anos, o mestre de capoeira Felipe Santiago, de Santo Amaro da Purificação (BA), foi homenageado durante o 5º Rede Capoeira, recebendo um reconhecimento simbólico como herói nacional e guardião dos saberes. Felipe, o mestre mais antigo do mundo, dedicou sua vida à capoeira, que considera seu remédio. Ele acredita que a atividade foi fundamental para combater o racismo e promover respeito e união. Felipe, que gravou oito discos de músicas de capoeira, destaca a importância da manifestação artística na compreensão do respeito aos mais velhos e aos mais jovens.

Aos 18 anos, Felipe ingressou na capoeira e nunca mais parou. Mesmo com a voz e a rapidez de movimentos não sendo mais as mesmas, ele atribui sua vitalidade à vida na roda com os amigos. O mestre ressalta que a capoeira não tem idade para começar nem limite para parar. Sua história, que será contada em uma biografia escrita por sua filha de criação, revela o papel transformador da capoeira em sua vida e na de outros jovens em vulnerabilidade, evitando que trilhassem caminhos perigosos. O reconhecimento dado ao mestre Felipe é visto como uma valorização de seu legado e da importância da capoeira como movimento de resistência cultural e ferramenta de inserção social.

spot_img

Notícias relacionados

Educação como ferramenta de mudança: Investimentos no futuro dos mais pobres

A educação tem sido reconhecida globalmente como um dos pilares fundamentais para o combate à pobreza e a...

Teatro Goiânia recebe espetáculo “Entre memórias”

Sobre memórias e aprendizados, a apresentação de dança será às 19h30 O Teatro Goiânia, unidade da Secretaria de Estado...

Studio Y no Bloco do Carneiro

O Studio Y estará presente no Bloco do Carneiro, no Deck Mambo com sua tradicional ação de retoques...

Palavra Comunicação lança Videocast

As jornalistas Alessandra Câmara e Bia Tahan, da Palavra Comunicação, lançam nos próximos dias o Videocast: Com a...