21°C
Overcast clouds

Acusados do caso Valério Luiz podem ser levados a júri popular

 

  O advogado Valério Luiz Filho, esteve reunido na sede do Ministério Público em Goiás, com o Procurador-Geral do Ministério Público, Ayton Vechi e o presidente da presidente da Comissão de Direitos Humanos e diretor-tesoureiro da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), Roberto Serra da Silva Maia. O encontro foi um solicitação do advogado Valério Luiz Filho, para que OAB-Go e MP possam colaborar no caso do assassinato do jornalista esportivo Valério Luiz Oliveira, morto em 2012.

   Em abril deste ano, o juiz Jesseir Coelho de Alcântara, titular da 3ª Vara Criminal dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri, denunciou a deficiência estrutural dos espaços disponíveis para as sessões do Júri, quando se manifestou no caso da morte do jornalista Valério Luiz, e que cinco processos que tramitam na sua Vara estariam suspensos por conta desse problema.

  “O caso específico envolvendo a morte do jornalista Valério Luiz traz à tona um problema antigo, que remonta a construção do novo Fórum Criminal, onde não se privilegiou, como deveria, o Tribunal do Júri”, destaca Roberto Serra. “O Tribunal do Júri significa um mecanismo do exercício da cidadania e demonstra a importância da democracia na sociedade”, pontua Valério Luiz.

  Ao final, ficou estabelecido que a OAB e o MP iriam, em comunhão de esforços, buscar, em um primeiro momento com o Diretor do Fórum Criminal e com o Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, a solução imediata e definitiva para a adequada reestruturação do Tribunal do Júri no caso Valério Luiz.

   PS; Já se manifestaram favoráveis ao Júri Popular:  Sociedade Interamericana de Imprensa, Artigo 19, Instituto Vladimir Herzog, Abraji, Repórteres Sem Fronteiras, Committee do Protect Journalists, ou seja, todas as entidades representativas da América, pedindo que se marque uma data para o Júri Popular no caso Valério Luiz.

( Fonte: imprensa Valério Luiz Filho, com informações portal OAB-Go)

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp