18°C
Clear sky

Agosto Dourado começa com roda de conversa com gestantes

Uma conversa descontraída, com palavras acessíveis sobre a importância e os benefícios proporcionados pelo leite materno ao bebê e à mãe marcou a abertura da Campanha Agosto Dourado, desenvolvida pela Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), em parceria com outras entidades e instituições.

A solenidade ocorreu na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Bairro São Carlos, com a presença de gestantes e de representantes da SES-GO, da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, do Banco de Leite Humano do Hospital Estadual da Criança e do Adolescente (Hecad) e do Grupo Meninas de Luz, da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG). 

Além da solenidade de abertura, serão realizadas pela SES-GO outras rodas de conversa ao longo do mês de agosto com gestantes em unidades de saúde de Aparecida de Goiânia, Anápolis, Senador Canedo, Inhumas e Caldas Novas.

O auditório da UBS do Bairro São Carlos ficou lotado de mulheres grávidas que fazem o pré-natal na unidade. Elas ouviram com atenção os pronunciamentos feitos por técnicos que atuam diretamente com a saúde da mulher e da criança. 

A coordenadora de Ciclos de Vida da Superintendência de Atenção Integral à Saúde da SES-GO, Sônia Oliveira, destacou a importância de celebrar o Agosto Dourado. O próprio nome da campanha sintetiza a importância do leite fornecido pela mãe ao filho recém-nascido.

O leite materno, pontua Sônia Oliveira, tem padrão ouro de qualidade, fornece para a criança todos os nutrientes de que ela necessita. Pode e deve ser oferecido, exclusivamente, nos primeiros 6 meses de vida do bebê e, depois desse período, fornecido associado com outros alimentos. 

Benefícios
Neste ano, a Campanha Agosto Dourado vai desenvolver o tema Fortalecer a amamentação educando e apoiando. A analista técnica da Rede Materno-Infantil da SES-GO Maíra Matheios acrescenta que, além de saciar a fome do bebê, o leite materno contribui para a melhora nutricional da criança, reduz a chance de obesidade infantil, hipertensão e diabetes, diminui os riscos de desidratação, infecções e alergias e possibilita efeito positivo na inteligência e no vínculo afetivo entre mãe e bebê.

O ato de fornecer o leite materno à criança, assinala Maíra Matheios, também traz enormes benefícios à saúde da mãe. A conduta possibilita uma contração voluntária mais rápida do útero após o parto e previne o surgimento de câncer de mama, entre outros agravos. 

O médico Márcio Leite, da Diretoria de Atenção Primária da SMS de Goiânia, enfatizou a importância de fornecer uma rede de apoio às gestantes neste momento tão delicado de suas vidas. Ele disse que o aleitamento materno possibilita que a mulher recupere o peso anterior à gestação com mais facilidade e evita sangramentos que normalmente ocorrem após o parto.

Além disso, o leite materno proporciona economia às famílias, que não precisam gastar com a aquisição das fórmulas nutricionais, normalmente de preços elevados.

Após a realização das palestras, as gestantes receberam kits cedidos pela OVG. A dona de casa Cláudia Maria de Oliveira, que está na 38ª semana de gestação, considerou gratificante participar da roda de conversa. Apesar de já ser mãe de outras três crianças, ela disse que aprendeu um pouco mais sobre a importância do aleitamento materno e que está disposta a amamentar o bebê que espera pelo menos até os 2 anos de idade.

A mesma determinação foi demonstrada por Ana Zélia Faria Costa, que está na 39ª semana de gestação. Ela acentua que o leite materno é de grande importância para a criança e que pretende proteger a saúde do filho com o fornecimento desse alimento natural e saudável. 

Maria José Silva (texto) e Iron Braz (foto)/Comunicação Setorial

O post Agosto Dourado começa com roda de conversa com gestantes apareceu primeiro em Agência Cora Coralina de Notícias.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp