24°C
Clear sky

Agrodefesa implementa Planejamento Estratégico 2022-2024

A Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) já está implementando as ações e estratégias alinhadas no Planejamento Estratégico para o triênio 2022-2024, aprovado e publicado após um período intensivo de reuniões, discussões, autoavaliação, levantamentos de dados e prospecções que culminaram com a formulação de propostas e objetivos institucionais.

O foco principal é assegurar que a Agência possa desenvolver com eficácia a sua missão de executar a defesa agropecuária no Estado de Goiás, contribuir com a oferta de alimento seguro à população e garantir a sustentabilidade sanitária, ambiental e econômica do agronegócio em prol da sociedade goiana.

O presidente da Agência, José Essado, destaca a importância do Planejamento Estratégico que propicia à Agrodefesa um conjunto de normas e diretrizes de atuação para os próximos três anos. “Foi um trabalho exaustivo das nossas equipes técnicas, com envolvimento de diretores, gerentes, assessores, coordenadores de programas, coordenadores de Unidades Regionais e outros servidores, aos quais agradeço pelo empenho e dedicação”, enfatizou Essado.

Ele também enalteceu o trabalho do coordenador de Planejamento Estratégico Setorial da Secretaria da Economia, Vinícius Mamede Salum Chaer, e da assessora Amanda Flores, que instruíram o Grupo de Trabalho na elaboração do Planejamento Estratégico.

Abrangência

Após a realização de autoavaliações e estabelecimento de indicadores de oportunidades e ameaças nas mais diferentes áreas, utilizando a matriz SWOT (ferramenta gerencial que examina o ambiente interno e externo de uma organização a fim de encontrar oportunidades de melhoria e otimização do desempenho), a equipe definiu objetivos estratégicos institucionais compatíveis com o Plano Plurianual do Governo de Goiás, considerando cinco perspectivas, que são estratégicas para a Agência. Elas focalizam ações voltadas à sociedade, ações finalísticas, processos internos, aprendizado/crescimento, infraestrutura e finanças.

No estabelecimento dos objetivos estratégicos, o Planejamento propõe o detalhamento de cada um deles, com definições, ações e procedimentos operacionais visando o alcance dos resultados propostos, inclusive com o estabelecimento de indicadores. Todo o conteúdo remete para as competências da Agrodefesa de planejar, normatizar e executar as ações de defesa agropecuária do Estado, bem como promover estudos e integrar as ações na área de sanidade animal e vegetal.

O documento reafirma também os valores da Agrodefesa e as diretrizes do Programa de Compliance Público, com foco na transparência, ética, inovação, razoabilidade, gestão de risco e responsabilidade.

Força tarefa

Trabalharam na elaboração do Planejamento Estratégico a assessora da Presidência, que ficou responsável pela coordenação geral; a assessora da Diretoria de Gestão Integrada, Nathália da Fonseca Costa, coordenadora operacional. E ainda os gerentes Janilson Azevedo Júnior (Fiscalização Animal); Márcio Antônio de Oliveira e Silva (Fiscalização Vegetal); Paulo Viana Filho (Inspeção); Carlos de Castro Howes (Tecnologia) e Rafael Costa Vieira (Laboratório de Análises e Diagnóstico Veterinário), que representou todos os laboratórios.

Também participaram o coordenador do Programa Estadual de Controle da Raiva dos Herbívoros, Fernando Borges Bosso; a coordenadora do Programa de Certificação Fitossanitária, Fernanda de Sillos Faganello; o responsável pelo Plano Plurianual, Cesário Geraldo Galvão; o coordenador da Regional Rio das Antas em Anápolis, Renan William Martins de Abreu; o membro do Colegiado Vegetal e responsável pela Transparência, José de Souza Reis Filho; a líder de Área, Rosana Cristina Martins e o técnico em Gestão Pública, Welson José Tanja.

12 objetivos estratégicos alinhados no Planejamento Estratégico

. Contribuir para a oferta segura de alimentos à sociedade
. Contribuir com a auto-sustentabilidade do setor produtivo agropecuário
. Promover e manter os status zoofitossanitários
. Assegurar a oferta de alimentos próprios para o consumo humano
. Promover a qualidade dos insumos agropecuários destinados à produção
. Ofertar serviços ágeis e inteligentes aos cidadãos
. Harmonizar processos e procedimentos
. Aprimorar o relacionamento institucional e gerir a comunicação
interna e externa
. Gerenciar riscos e promover os princípios do Compliance Público
. Captar, reter, capacitar e desenvolver capital humano
. Modernizar e aprimorar a infraestrutura e as ferramentas de trabalho
. Aumentar a captação de recursos financeiros

O post Agrodefesa implementa Planejamento Estratégico 2022-2024 apareceu primeiro em Agência Cora Coralina de Notícias.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp