25°C
Clear sky

Alunos do curso de Direito visitam Assembleia para conhecer a tramitação dos processos legislativos

O grupo, composto por 12 alunos do curso de Direito da Faculdade Cambury, esteve na sede da Assembleia Legislativa, na tarde dessa quarta-feira, 1º, para verificar como as leis são elaboradas, na prática. A palestra foi proferida pela deputada Delegada Adriana Accorsi (PT) e pelo o ex-deputado e ex-diretor da Alego, Luís César Bueno (PT). 
Adriana Accorsi explicou que a iniciativa visa contribuir com a formação dos estudantes, já que os alunos puderam conhecer o ambiente e todo o processo de elaboração de legislações que vão interferir diretamente na vida das pessoas. “São vocês que vão trabalhar com as leis que nós produzimos aqui. São vocês que, no futuro, além de operarem o direito, poderão estar aqui como servidores ou mesmo como deputadas e deputados. Então é muito emocionante recebê-los”, disse a parlamentar, ao saudar os visitantes. 
A deputada lembrou que o Direito foi a formação escolhida por ela, que exerceu a advocacia e, em seguida, foi delegada da Polícia Civil por 22 anos, antes de decidir pela trajetória na política. Segundo ela, ainda enquanto exercia a carreira policial, participou da elaboração de leis que estão em vigor, até na esfera nacional, como a legislação que trata dos crimes envolvendo a pornografia infantil. 
Com relação à forma como os projetos têm origem, ela disse que é preciso ouvir as demandas e necessidades da população ou de parcelas da população, para propor as matérias. E citou, como exemplo, a Lei 20190, oriunda de um projeto de lei de sua autoria, que obriga as empresas que prestam serviço a órgãos do Estado, destinar 5% das vagas a mulheres vítimas de violência doméstica. “Ainda quando delegada, eu percebi que as mulheres que sofriam violência, muitas vezes, permaneciam com os companheiros, porque dependiam financeiramente deles. Então, eu tenho muito orgulho dessa lei”, disse ela.
Para o professor de direito constitucional, que acompanhou os estudantes, Miguel Tiago, a visita foi uma oportunidade para os universitários conhecerem a Casa, onde as leis se materializam. “A ideia é sair do ambiente acadêmico e vir verificar como e onde são feitas as leis”. 
Para o estudante Thiago Pereira, a iniciativa foi exitosa. “É de suma importância, para nós, como futuros operadores do Direito, conhecer a funcionalidade do Parlamento goiano, especialmente, essa nova sede, que ficou muito bonita e acolhedora”, resumiu. 

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp