24°C
Overcast clouds

Amigos se unem para fazer o Bazar da Fran

Neste sábado, (07.12.19) será realizado a terceira edição do Bazar solidário para a Fran, que sofre há cinco anos com a Neuromielite Óptica(NMO). O Bazar acontece das 9h às 18h no Salão Violeta da Igreja Metodista Central em Goiânia, localizada na rua 20 número 448, centro. Serão comercializados roupas (masculinas e femininas) novas e usadas e acessórios para homens e mulheres. O dinheiro arrecadado será destinado para suporte no tratamento de Fran, que apesar de alguns ganhos na justiça, ainda tem uma parte que é feito pelo orçamento da família, que é de um salário mínimo, valor de sua aposentadoria devido à doença.

Para ajudar nessa campanha/bazar, podem ser feitas doações de produtos para o bazar até sexta-feira e ainda visitar o evento no sábado adquirindo produtos comercializados.

 Caso Fran

Francisca Chagas Sales, conhecida mais como Fran, começou a sentir os sintomas da Neuromielite Óptica(NMO), há 05 anos, porém o diagnóstico da doença só foi possível 2 anos após as queixas e inúmeros tratamentos e diagnósticos equivocados. A Neuromielite Óptica (NMO) foi detectada por um especialista de São Paulo o que obrigava a jovem a buscar o tratamento na capital paulista, mas felizmente, Fran já conta com uma médica especialista, no caso dela, em Goiânia, porém as consultas são particulares e o plano de saúde não cobre. Como a doença interrompeu parte de seus movimentos deixando-a numa cadeira de rodas, atualmente ela vive sob os cuidados do marido que não pode trabalhar, precisando então de contar com a ajuda e solidariedade da famílias amigos e pessoas que sensibilizam com sua história.

Fran era uma jovem vendedora em Alto Paraíso, Goiás, e levava uma rotina normal. Foi a partir de uma crise de infecção de rins por repetição, que ela começou a ver que algo não estava bem com sua saúde. Com a evolução do quadro, a bexiga parou de funcionar e suas pernas paralisaram.  Como consequência da doença Fran foi diagnosticada também com gastroparesia e paralisia de bexiga e perdeu a visão de um olho.  Com o avanço da doença a moça abandou o emprego e a faculdade e suas economias foram direcionada para o tratamento.

O tratamento tem alto custo, só uma medicação mensal chega a R$ 20 mil, fora as medicações complementares que custam quase R$ 2 mil, a alimentação especial e os gastos com o acompanhamento médico feito em especialista particular.

Hoje Fran mora em Goiânia com o marido. A mãe que ajudava nos cuidados com a filha teve que voltar para a cidade de origem. Como o marido tem que cuidar da esposa ele também não pode trabalhar para ajudar no sustento da família e o complemento do tratamento de Fran.

Além do Bazar solidário para Fran que já está em sua terceira edição, Fran disponibiliza duas contas de poupança para arrecadação de fundos para ajudar no tratamento. Fran utiliza ainda suas redes sociais

(facebook.com/franciscasalesprecisaviver/ e instagram.com/explore/tags/franprecisaviver/), onde ela relata os avanços do tratamento e mostra parte de sua rotina.

Fran explica que é muito importante seguir à risca o tratamento para não regredi. A doença que é diagnosticada incurável, pode ser controlada com os tratamentos corretos e até alguns sintomas serem revertidos.

Ela usa suas redes sociais para servir também de alerta e divulgação da  doença que é pouco conhecida no Brasil(149 casos)  e no mundo (3 mil casos).  “Quanto mais cedo for diagnosticada, maiores são as chances de se retardar os sintomas”, diz ela que, embora tenha tido uma grande evolução graças à medicação, ainda permanece paraplégica, perdeu a força muscular nos braços e a visão de um olho.

A doença

A neuromielite óptica, também conhecida como doença de Devic ou Síndrome de Devic, é uma enfermidade inflamatória autoimune na qual o próprio sistema de defesa ataca os nervos ópticos e a medula espinal. Isto leva à inflamação do nervo óptico (neurite óptica) e da medula espinal (mielite). Embora a inflamação possa também afetar o cérebro, o tipo de lesão é diferente daquelas observadas na esclerose múltipla. A doença ataca o sistema nervoso central que acomete principalmente os nervos ópticos e a medula espinhal, ocasionando diminuição da visão e dificuldade para andar, dormência nos braços e nas pernas e alterações do controle da urina e do intestino.

O tratamento é vitalício e pode paralisar a evolução da doença e até reverter alguns sintomas.

 

Serviço

Assunto: 3ª edição do Bazar da Fran.  Ajude Fran a viver.

Quando: Sábado (07.12.19)

Horário: 9h as 18h

Local: Salão Violeta da Igreja Metodista Central em Goiânia, localizada na rua 20 número 448, centro.

Contato para entrevista e mais informações: Francisca Chagas Sales (Fran) fone: (62) 982585825

 

 

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp