22°C
Scattered clouds

Ao vivo: Presidente da Caixa fala sobre o programa Habite Seguro

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, apresenta mais detalhes, durante sua participação hoje (13) no programa A Voz do Brasil, sobre o Programa Nacional de Apoio à Aquisição de Habitação (Habite Seguro). A linha de crédito habitacional, lançada nesta segunda-feira, é voltada a profissionais de segurança pública.

Guimarães também fala sobre os 55 anos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), comemorado nesta segunda-feira. Há mais de 30 anos a Caixa é a operadora do fundo. O presidente explica, por exemplo, sobre a importância do FGTS para a economia brasileira e para o trabalhador.

O presidente da Caixa também comenta sobre a ampliação do ampliação do número de agências pelo interior do país.

 

 

Programa habitacional para profissionais de segurança

Policiais civis, militares, federais e rodoviários, além de bombeiros, agentes penitenciários, peritos e guardas municipais, terão subvenção financeira concedida pelo governo federal e condições diferenciadas de crédito imobiliário para aquisição da casa própria, de acordo com o Programa Nacional de Apoio à Aquisição de Habitação para Profissionais da Segurança Pública, o Habite Seguro, lançado nesta segunda-feira (13), em cerimônia no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Jair Bolsonaro, ministros e parlamentares. Leia mais aqui.

55 anos do FGTS

O FGTS, que completa 55 anos hoje, foi criado  para proteger o trabalhador com registro em carteira profissional em caso de demissão sem justa causa e só pode ser sacado em situações específicas. Em um momento de alta inflacionária, há o temor de que a inflação prejudique os trabalhadores com contas vinculadas, fazendo com que os rendimentos do fundo não acompanhem o aumento dos preços. Ações na Justiça discutem o tema. Leia mais aqui.

Caixa responde por 67% do crédito imobiliário

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que a carteira de crédito habitacional do banco soma atualmente um volume R$ 528,9 bilhões, o que representa 67,3% de todo o financiamento imobiliário concedido no país.  São 5,76 milhões de contratos imobiliários em vigor, um crescimento de 12,5% entre 2019 e 2021, período em que ele está na presidência da Caixa. Leia mais aqui.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp