31°C
Scattered clouds

Aparecida de Goiânia prorroga quarentena

Em comunicado divulgado pelo Comitê de Prevenção e Enfrentamento a Covid-19 em Aparecida de Goiânia ficam prorrogadas por mais 30 dias, a partir desde sábado, 18, as medidas para conter a proliferação do coronavírus na cidade.

O colegiado decidiu iniciar a retomada de 82% das atividades econômicas a partir de 28 de abril, caso os empresários e comerciantes se comprometam a adotar as medidas sanitárias recomendadas pelas autoridade em saúde pública para evitar a proliferação do vírus.

O comitê é composto pela Prefeitura de Aparecida, Câmara Municipal, Ministério Público, Associação Comercial e Industrial de Aparecida (Aciag, Conselho das Associações de Moradores de Aparecida (Camap), Defensoria Pública, Sebrae, hospitais e outras organizações da sociedade civil.

Ainda segundo o documento, para voltar a funcionar as empresas deverão solicitar, a partir de 28 de abril, um alvará provisório de funcionamento por meio da plataforma eletrônica criada pela Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg). Nesta semana, a plataforma estará disponível e será amplamente divulgada pela Prefeitura de Aparecida. As demais atividades que proporcionem aglomerações de pessoas como shoppings, campeonatos esportivos, eventos sociais e religiosos, entre outros perecerão sem autorização para funcionamento ou realização.

O regulamento com todas as atividades que poderão abrir ou permanecerem fechadas estará disponível na próxima segunda-feira,20, no Diário Eletrônico da Prefeitura no www.aparecida.go.gov.br.

Para a abertura gradual foram consideradas as medidas adotadas pela Prefeitura, por meio da Secretária Municipal de Saúde, que reforçam a capacidade de atendimento do sistema único de saúde no município.

Aparelhamento da saúde

Em menos de um mês forma implantados 30 leitos de UTI’s com respiradores e 60 semi-leitos de UTI’s com oxigênio no Hospital Municipal de Aparecida (HMAP) exclusivos para pacientes com Covid-19. A Secretaria de Saúde já adquiriu mais 20 ventiladores e monitores e com isso poderá ampliar para 50 leitos de UTI’s no HMAP. Além desses leitos, a Prefeitura contratou mais 13 leitos de UTI’s no Hospital Garavelo, totalizando 63 leitos de UTI’s que ficarão exclusivos para tratamento de pacientes com o novo coronavírus.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp