23°C
Scattered clouds

Aparecida inicia contagem regressiva para o centenário; é tempo de celebrar conquistas

Atenta ao que acontece ao redor do mundo, Aparecida também está mais moderna e tecnológica

Aparecida de Goiânia inicia nesta sexta-feita, 22, a contagem regressiva de 200 dias para celebração de seu centenário de fundação em 11 de maio de 2022. População e administração pública municipal irão comemorar o marco histórico com muito entusiasmo, reflexão e expectativas positivas acerca do que o futuro reserva para a cidade.

Em alusão à contagem regressiva para o centenário, a prefeitura instala nesta sexta-feira um monumento com a marca comemorativa no Espaço de Eventos do Aparecida Shopping.

Antes considerada cidade dormitório da vizinha e capital Goiânia, Aparecida construiu sua própria história, experimentando uma verdadeira metamorfose desenvolvimentista. Para conquistar independência, respeito e admiração foi preciso superar obstáculos e vencer desafios aparentemente instransponíveis e, é claro, contar diariamente com a força, esperança e determinação de um povo ímpar que trabalha diariamente na construção de uma cidade melhor.

É com o peito aberto e cheio de orgulho que os mais de 600 mil habitantes irão comemorar o aniversário de 100 anos da cidade. Os motivos para tamanha festa são facilmente encontrados em uma consulta rápida ao passado recente.

Não faz muito tempo que Aparecida ganhou destaque nacional como cidade geradora de empregos. Em 2017, por exemplo, foi a segunda colocada no ranking nacional divulgado pelo Ministério do Trabalho. Nos últimos anos, muitas carteiras foram assinadas graças a abertura de milhares de empresas que se instalaram nos 10 polos industriais ou no comércio aparecidense.

Jovens que antes precisavam mudar da cidade para cursar uma faculdade, agora, podem estudar em Aparecida. A cidade se tornou polo universitário, reunindo dezenas de instituições de ensino superior com os mais variados cursos como direito, medicina, fisioterapia, odontologia, enfermagem, administração e tantos outros ofertados em faculdades públicas e privadas.

“Nossa cidade já foi apelidada com vários adjetivos pejorativos. Hoje, graças ao trabalho árduo de homens e mulheres que acreditaram nessa terra, somos referência positiva em várias áreas como geração de emprego, educação, tecnologia, saúde, infraestrutura e outras. Vamos também celebrar essas pessoas que literalmente colocaram a mão na massa e ajudaram construir Aparecida”, diz o prefeito Gustavo Mendanha.

Na parte da Infraestrutura, a poeira vai dando lugar ao asfalto. Com a pavimentação de centenas de bairros nos últimos anos, a cidade já conta com cerca de 80% de ruas asfaltadas, melhorando a mobilidade urbana e a qualidade de vida dos moradores. Neste momento, 13 bairros são beneficiados com frentes de pavimentação.

“É um benefício importante, pois o asfalto eleva a autoestima dos moradores, valoriza os imóveis, contribuiu para redução dos casos de doenças respiratórias e também melhora o deslocamento das pessoas. Avançamos muito nessa questão nos últimos anos e continuamos trabalhando para asfaltar todas as ruas habitadas de nossa cidade”, lembra o prefeito Gustavo Mendanha.

O gestor pontua ainda o programa de investimentos para o centenário da cidade que irá investir R$ 1 bilhão em obras de infraestrutura, levando asfalto para todas as ruas habitadas, construir cinco parque urbanos e 15 novos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e ainda 4 viadutos para melhorar a Mobilidade na cidade. “Será um programa que irá transformar ainda mais nossa cidade. Acabando de vez com a poeira e a lama, propiciando locais de lazer para as pessoas, estudo para as crianças e menor tempo gasto em trânsito. Nossa cidade centenária merece esse progresso que irá alçá-la a um patamar nunca visto antes”.

A Saúde melhorou e muito em Aparecida. Hoje, a população aparecidense conta com unidades públicas que oferecem tratamento de qualidade. As dezenas de UBS’s espalhadas pela cidade são ferramentas importantes no tratamento preventivo. Quando o assunto é urgência ou emergência, o cidadão lembra rapidamente de uma das três UPA’s. O Hospital Municipal de Aparecida (HUAPA) é referência em diversas especialidades. A unidade, inclusive, foi imprescindível durante os momentos mais críticos da pandemia de Covid-19 na cidade.

Com objetivo de interligar regiões distintas na cidade, grandes eixos viários pensados para diminuir a distância e também o tempo de viagem entre um ponto e outro. Na primeira etapa, realizada na gestão do ex-prefeito Maguito Vilela, foram construídos os eixos estruturantes que interligam as regiões Norte e Sul. Agora, na atual gestão, estão em construção os eixos que irão interligar as regiões Leste e Oeste, principalmente a região do Grande Garavelo.

Nossa cidade também está mais bonita. Centenas de praças foram revitalizadas e/ou inauguradas na cidade. Assim, a população conta com espaços públicos para praticar atividade física, lazer, convivência entre amigos e vizinhos. As principais ruas e avenidas também estão igualmente encantadoras com projetos paisagísticos implantados em diversas regiões.

Atenta ao que acontece ao redor do mundo, Aparecida também está mais moderna e tecnológica. O Projeto Cidade Inteligente está desencadeando uma série de benefícios. Com uso de tecnologia de ponta, a prefeitura melhora a qualidade dos serviços prestados à população, otimizando tempo e também o orçamento público. Na segurança pública o projeto investe na implantação de 650 câmeras que monitoram toda a cidade por meio da Centro de Inteligência Tecnológica (CIT), que também abriga o cérebro digital da cidade que será interligada por 700 km de redes de fibra óptica.

Cidade Nota A

Tudo que foi feito na cidade nas últimas décadas se deve a responsabilidade fiscal adotada pela Prefeitura de Aparecida como matriz. O compromisso com o serviço público e com o bem-estar da população permite a realização de obras e ações para melhor ainda mais a cidade.

A saúde fiscal da Prefeitura Aparecida de Goiânia é atestada com nota ‘A’ no boletim anual da Secretaria Nacional do Tesouro Nacional (STN). Das 246 cidades goianas apenas 22 possuem essa classificação, entre elas a cidade administrada pelo prefeito Gustavo Mendanha (MDB). O painel de análise da Capacidade de Pagamento (Capag) apura a situação fiscal dos estados e municípios que querem contrair novos empréstimos com garantia da União.

As conquistas narradas acima, que enchem de orgulho e esperança a população aparecidense, são um resumo de tudo que a cidade alcançou recentemente. Para o futuro, Aparecida aposta mais uma vez na determinação de um povo trabalhador que acredita cada vez mais nessa terra e na administração responsável.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp