25°C
Overcast clouds

Brasil ultrapassa as 100 mil mortes por covid-19

De acordo com dados divulgados agora a pouco pelo consócio de veículos de imprensa que reuni Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL o Brasil chegou na tarde deste sábado a 100.240 mortes de pessoas vítimas da Covid-19. Ainda de acordo com os dados, ao todo são 2.988.796 de infectados em todo país.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), só 324 das 5.570 cidades no Brasil têm população maior do que 100 mil habitantes, cerca de 6% do total de municípios, ou seja, 94% das cidades teriam sido dizimadas caso todos os óbitos por covid-19 no país tivessem se concentrado apenas em seu território.

   Os números revelam a subida desenfreada da doença no Brasil. Confira o quadro:

17 de março = primeira morte
15 de abril = 1. 760 mortes
28 de abril = 5.087 mortes
8 de maio = 10.023 mortes
14 de maio = 14.967 mortes
2 de junho = 31.317 mortes
20 de junho = 50.058 mortes
7 de julho = 66.868 mortes
6 de agosto = 98.644 mortes
8 de agosto= 10.240 mortes

Fonte: consórcio de veículos de imprensa

Em Goiás de acordo com o boletim divulgado neste sábado,8, pela Secretaria Estadual  da Saúde, o Estado já conta com 84.712 casos da Covid-19 e 2.008 óbitos, com 75.364 pessoas recuperadas. Em todo território goiano há 145.856 casos suspeitos em investigação. Outros 66.546 já foram descartados.

Ainda segundo a SES, a Cidade de Anápolis aparece em quarto lugar entre os  municípios com maior contágio, com pouco mais de 3.100 casos; Rio Verde já ultrapassou os 7 mil, ficando em terceiro lugar, o painel da Covid da Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida aponta 14.567 casos desde o iniciou da pandemia com 222 mortes e a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia informa que a capital lidera o ranking e já chegou este ano a  17.745 confirmações, com 489 óbitos.

São quase 500 vidas na capital que se foram e por trás desses números existem as dores das famílias enlutadas como o pai do vendedor, Matheus Cardoso, o servidor público da Prefeitura de Goiânia, Arione Luiz da Silva, 59 anos, conhecido como seu Neném. “Meu pai era um homem muito bom, trabalhador e deixou muita saudade na família inteira”, conta Matheus.

Em Goiás oito municípios não têm casos confirmados: Sitio D’Abadia, Aporé, Lagoa Santa, Novo Planalto, Nova Roma, São Domingos, São Miguel do Passa Quatro e  Água Limpa.

Fotos: Divulgação

 

 

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp