20°C
Overcast clouds

Câmara de Aparecida debate alcoolismo

Representantes do Centro de Recuperação do Alcoólatra compareceram à sessão

Nesta quinta-feira, 16, a Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia recebeu representantes do Centro de Recuperação do Alcoólatra de Aparecida de Goiânia (CE.RE.A).

O Presidente do Centro, Jessé Borges, falou sobre os projetos desenvolvidos por eles e lembrou que exercem suas atividades na instituição, que não possui fins lucrativos, de forma voluntária.

O vereador Fábio Ideal (PP) elogiou o trabalho dos “cereanos” e também falou sobre os perigos da bebida alcoólica.

“Tenho amigos próximos que se curvaram diante da bebida. Excesso de problemas, pressão, várias situações que acabam levando a pessoa a se entregar. Mas que bom que temos pessoas como vocês que estão a frente desse projeto”, enalteceu o vereador.

O vereador Araújo (MDB), que tem atuação próxima à instituição, explicou que o CE.RE.A surgiu em São Paulo, na década de 70, e depois migrou para outras cidades, como Aparecida de Goiânia, no final da década de 80.

Ele afirmou ser um admirador das ações do centro e fez um relato pessoal, ao dizer que já enfrentou problemas com o alcoolismo e que por isso sabe do potencial de destruição da droga e, consequentemente, da grande importância de grupos como o CE.RE.A.

“Sem salários, muitas vezes sem qualquer tipo de apoio, essas pessoas contribuem para o renascimento das famílias”, destacou Araújo.

O vereador Pastor Marcos Miranda (Republicanos) também falou sobre as graves consequências do álcool, como, por exemplo, em relação aos acidentes de trânsito, nos quais a maioria estão relacionados à combinação álcool e direção.

O vereador Getúlio Andrade (PV) também discorreu sobre o centro, destacando o fato de ser uma instituição sem fins lucrativos, que desenvolve seu trabalho voluntariamente.

Getúlio garantiu que tanto ele, quanto o restante dos vereadores, estarão ao lado da instituição.

“Esse projeto maravilhoso merece toda a nossa colaboração para continuar firme dia após dia”, assegurou o vereador, que explicou que ações como a de hoje ajudam a divulgar as atividades do centro e explicou que lá não se faz tratamento a base de remédios, mas sim de terapias e testemunhos.

Em seguida, o vereador Gilsão Meu Povo (MDB) também fez seu relato pessoal ao afirmar que já perdeu vários parentes para o álcool.

Por fim, o vereador Gleison Flávio (MDB) também se solidarizou com o tema em debate e clamou àqueles que sofrem com o alcoolismo a procurarem o CE.RE.A.

Fonte: Diretoria de comunicação

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp