17°C
Clear sky

Câmara debate experiências internacionais de educação domiciliar

IowaPolitics.com
Governo quer legalizar o chamado homescholling ainda neste ano

A Câmara dos Deputados promove audiência pública nesta quinta-feira (22) para a discutir experiências internacionais de educação domiciliar (ou homeschooling, em inglês).

No Brasil, esse modelo de ensino, ministrado em casa por pais ou professores particulares e sem a tutela da escola, não é permitido. O governo federal, no entanto, anunciou a intenção de legalizar a prática ainda neste ano.

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 3179/12, do deputado Lincoln Portela (PL-MG), que possibilita que a educação básica seja oferecida em casa sob responsabilidade dos pais ou tutores legais. Conforme a proposta, o poder público deverá fazer a supervisão e a avaliação periódica da aprendizagem. Na visão de Portela, é preciso respeitar o direito de famílias que optam por educar os filhos longe da escola.

Críticos do homescholling, por sua vez, apontam preocupação com a qualidade do aprendizado e a falta de visões de mundo diferentes que o convívio escolar pode proporcionar.

Foram convidadas para discutir o assunto:

– a assessora especial do Ministério da Educação Inez Augusto Borges; e

– a professora titular da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Maria Celi Chaves Vasconcelos, que falará sobre a experiência de Portugal.

A audiência será realizada no plenário 6, a partir das 10 horas, e terá transmissão ao vivo no canal da Câmara dos Deputados no YouTube.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp