23°C
Clear sky

Câmara reforça limpeza para sessão de votação nesta noite

A Câmara dos Deputados realizou durante o fim de semana a sanitização do Plenário, da galeria, do café e da sala Vip dos parlamentares; dos salões Nobre, Verde e Negro, além da chapelaria. Os cuidados redobrados são para a sessão de abertura do ano legislativo, quando será eleito o novo presidente da Câmara. A votação será presencial e está marcada para as 19 horas.

Há duas semanas, a Casa já vem se preparando para a volta dos trabalhos presenciais.

Nas cabines de votação foram colocados dispensadores com álcool a 70% e funcionários do serviço de limpeza estarão a postos para qualquer necessidade adicional.

A sanitização é feita com quartenário de amônia, produto considerado de baixa toxicidade aos seres humanos, mas eficaz para eliminar vírus, bactérias e fungos. O líquido é usado na desinfecção de ambientes e superfícies. Esse é um trabalho que já vinha sendo feito nos fins de semana e faz parte do protocolo de conduta adotado pela Câmara para evitar a propagação do novo coronavírus.

Protocolos
Desde o início da pandemia de Covid-19, a Câmara tem tido cuidados adicionais com a limpeza dos espaços da Casa. A higienização dos ambientes de trabalho é diária, com varredura e limpeza do piso com pano embebido em água com hipoclorito; desinfecção das maçanetas internas e interruptores com álcool a 70%; limpeza das superfícies de trabalho com pano embebido em água com hipoclorito; desinfecção de telefones e teclados.

O controle de qualidade do ar interno na Câmara dos Deputados é realizado semestralmente, de acordo com norma estabelecida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A higienização dos corredores é diária, com lavagem de piso, desinfecção de paredes, maçanetas, interruptores, botoeiras de elevador, corrimãos e bancadas com água e hipoclorito, álcool líquido a 70%; vapor à alta pressão; máquina de lavagem à seco para paredes e/ou pisos revestidos com tecido ou carpete; aspiradores com filtro de água, de acordo com a superfície a ser higienizada.

Os banheiros são higienizados, no mínimo, duas vezes ao dia, com maior atenção aos sanitários. Os de maior circulação são higienizados várias vezes ao dia.

Além disso, há dispensadores de álcool gel nas portarias, em todos os andares e ambientes de uso coletivo. – Câmara dos Deputados – YWD 984506

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp