19°C
Clear sky

Ceará recebe oito micro-ônibus para o Sistema Único de Assistência Social

Em Maracanaú, no Ceará, ocorreu, nessa quinta-feira (29), a entrega de oito micro-ônibus pelo Programa de Mobilidade de Assistência Social (MobSUAS) e a doação de cestas de alimentos.

Os veículos, que contaram com um investimento de R$ 2,2 milhões do Governo Federal, beneficiarão usuários e trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Sete municípios serão contemplados: Crato, Itapipoca, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Sobral e Fortaleza, que receberá dois micro-ônibus. A entrega foi feita pelo ministro da Cidadania, João Roma.

Segundo o Ministério da Cidadania, receberão os veículos quatro Centros de Referência da Assistência Social (Cras), um Centro de Referência Especializada da Assistência Social (Creas) e três Unidades de Acolhimento. Todos os ônibus são capazes de atender pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

“Esses ônibus chegam justamente para fortalecer o trabalho de todo o SUAS no Brasil, pois sabemos que a assistência social é fundamental. Não só para ter uma teia de proteção para as nossas populações mais vulneráveis, mas, também, para que a gente consiga superar este momento de dificuldade que vive o nosso Brasil”, ressaltou o ministro João Roma.

Desde 2019, o Governo Federal já entregou, pelo Programa de Mobilidade de Assistência Social, 951 veículos, sendo 689 carros de passeio e 262 micro-ônibus.

Entrega de cestas de alimentos

O ministro também participou da entrega simbólica de 97 mil cestas de alimentos que atenderão a população mais vulnerável do estado. A doação está no âmbito da iniciativa Brasil Fraterno.

Por meio do Termo de Execução Descentralizada firmado entre a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e o Ministério da Cidadania, serão distribuídos alimentos para indígenas, quilombolas e pescadores do estado. De acordo com o Ministério da Cidadania, serão atendidas 32.647 famílias de comunidades tradicionais com 74.125 cestas de alimentos.

O programa Brasil Fraterno é coordenado pelo Pátria Voluntária e conta com a parceria do Ministério da Cidadania e do Sistema S, que faz a captação de recursos. A iniciativa tem como objetivo arrecadar e doar cestas de alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar.

De acordo com o Ministério da Cidadania, a parceria com o Sistema S arrecadou, neste primeiro momento, 230 toneladas de cestas de alimentos para o Ceará. Apenas a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e o Departamento Regional do Serviço Social da Indústria (SESI-CE) reuniram 20 mil cestas, das quais 18 mil já foram distribuídas à população carente. Já a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Departamento Nacional do SESI doaram 3 mil cestas.

O Brasil Fraterno foi lançado com o objetivo de criar uma rede nacional de solidariedade para garantir segurança alimentar às famílias necessitadas por meio da doação de cestas de alimentos.

 

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp