18°C
Clear sky

Centro de Referência em Internet das Coisas e Tecnologias 4.0 é inaugurado

Em Sorocaba (SP), foi inaugurado, nesta sexta-feira (30), o Centro de Referência em Internet das Coisas, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), em parceria com o Centro Universitário Facens e o Parque Tecnológico de Sorocaba. 

O local deverá oferecer programas de formação e apoiar o Governo Federal na busca por soluções que façam da inteligência artificial uma aliada do dia a dia dos brasileiros. O centro será um espaço para demonstração prática de soluções modernas e inteligentes nas áreas da saúde, indústria, agro, educação, cidades e turismo.

“Cada vez mais a gente vê a necessidade dos sistemas trabalharem em conjunto, com Internet das Coisas, com Inteligência Artificial, que une todas as informações coletadas de diversos sistemas, para o sucesso das pessoas no país, que são o que mais importa no final das contas”, afirmou o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes.

O presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba, Nelson Cancellara, também comentou sobre a importância do projeto. “É um acordo que vai trazer muita prosperidade. Essas ações que estamos fazendo aqui vai nos proporcionar essa inovação pra nossa cidade, pra nossa região, pro nosso Brasil.”

Internet das Coisas

A Internet das Coisas é como chamamos a conexão digital de objetos cotidianos com a internet. Em outras palavras, é uma rede de objetos físicos capaz de reunir e de transmitir dados, oferecendo soluções para diversas áreas, do planejamento urbano à produção agrícola.

Esse tipo de tecnologia pode trazer impactos positivos para a qualidade de vida do cidadão, por meio da criação e do desenvolvimento de novas tecnologias em um amplo leque de aplicações.

A Internet das Coisas pode ser utilizada, por exemplo, para a medição de calorias gastas num exercício ou para a checagem dos batimentos cardíacos entre um relógio e um celular. Ou para permitir ligar o ar condicionado antes de chegar em casa. Na saúde, pode ser usada para conectar ou compartilhar dados de pacientes e pesquisas diretamente para um sistema de controle, facilitando e agilizando diagnósticos.

Já na agricultura, a Internet das Coisas pode ser útil para medir a saúde do solo e o uso inteligente de água e fertilizantes e, na indústria pecuária, para monitorar a saúde do gado.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp