15°C
Clear sky

Chanceler russo cancela visita a Belgrado

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Sergei Lavrov, cancelou a visita que faria hoje (6) à Sérvia, depois de as autoridades da Bulgária, Macedônia do Norte e Montenegro terem vedado os espaços aéreos ao avião russo. Para Moscou, o incidente é “mais um canal de comunicação fechado”.

O chefe da diplomacia russa iria se encontrar nas próximas horas, em Belgrado, com o presidente sérvio, Aleksandar Vučić. Entretanto, o avião que o transportaria até a Sérvia não recebeu luz verde para cruzar os espaços aéreos dos três países, informou o jornal sérvio Vecernje Novosti.

Sérvios e russos mantêm relações próximas – baseadas em laços históricos e culturais. Moscou tem sido, por exemplo, o esteio de Belgrado no seio do Conselho de Segurança das Nações Unidas, ao bloquear o completo reconhecimento da independência do Kosovo.

Os laços são também comerciais. A economia sérvia é completamente dependente do petróleo e do gás russos,.

A invasão russa da Ucrânia levou a União Europeia a fechar o espaço aéreo a companhias aéreas da Rússia.

Reeleito para um segundo mandato em abril, o presidente sérvio acusou a Ucrânia e um país-membro da União Europeia, que se recusou a nomear, de terem orquestrado um conjunto de falsas ameaças de bomba contra aviões da companhia Air Serbia. Acusação que Kiev classificou de “sem fundamento”.

Vučić surge assim como o rosto de um país dividido entre a candidatura à UE e a tradicional aliança com Moscou Em maio, o presidente sérvio acertou com Vladimir Putin a continuação do abastecimento de gás natural russo ao país.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp