29°C
Few clouds

Com criatividade, estudantes orientam população sobre saúde bucal

Uma das constatações feitas pelos estudantes após este trabalho de intervenção é que muitas famílias não têm acesso a objetos básicos de higiene dental
  • Por Belisa Monteiro

Fadas do dente, cartazes coloridos, escovas e pastas dentais gigantes trouxeram cor e alegria para os corredores da Clínica Escola Vida da PUC Goiás, na manhã desta quarta-feira, 26 de maio. O cenário descrito faz parte de uma ação promovida pelos calouros do curso de Odontologia da universidade, com supervisão dos professores, que visa promover a saúde da população, por meio da partilha de informações sobre problemas de saúde bucal e como evitá-los.

Para planejar a iniciativa, os estudantes fizeram uma visita prévia na Clínica Escola  e colheram informações sobre as carências da população atendida para, posteriormente, preparar a didática e o foco das orientações.

“Com este material em mãos, os estudantes produziram formas lúdicas de devolver essas informações à população. Nós elegemos os três maiores problemas de saúde bucal levantados aqui, que são, por ordem: cárie, doença periodontal e câncer de boca. Depois produziram informações na forma de cartazes e modelos para que pudessem informar os pacientes aqui”, explicou a coordenadora do curso, a profa. Karolina Kellen Matias.

Vale destacar que essa foi a primeira intervenção promovida pelo curso na Clínica Escola Vida e um detalhe curioso, que mostra o diferencial da matriz curricular, é que o estudante tem um contato com o paciente desde o primeiro período do curso.

“Pretendemos fazer ações mais efetivas. Como os estudantes estão começando, neste primeiro momento podem prestar informações e, quando o curso avançar mais, poderão fazer outras atividades”, complementou a docente. Além de partilhar informações com a comunidade sobre os temas propostos, os estudantes também fizeram a doação de kits de higiene bucal. No turno matutino,  passaram pela clínica 65 pacientes agendados.

De olho no futuro

A partir dos três problemas levantados pelos acadêmicos, cada grupo de estudantes ficou responsável por partilhar informações sobre um determinado tema. A caloura Hellen Leodorico estudou sobre a formação das cáries, como elas começam e evoluem nos dentes. Para preveni-las, deu orientações aos pacientes sobre a higienização bucal, com foco na escovação correta dos dentes. Por gostar do público infantil, tem vontade de focar seus estudos e carreira na área de Odontopediatria futuramente. Ela ingressou no curso de Odontologia da PUC por incentivo da irmã, que também é acadêmica desta área do conhecimento.

Vestida de fada do dente, a estudante Giovanna Alves de Oliveira, que distribuía sorrisos por onde passava durante a atividade, trouxe uma visão humanitária sobre a profissão. Para ela, a Odontologia tem a missão de promover a autoestima das pessoas. “Gosto muito da área Bucomaxilofacial. Traz muita felicidade às pessoas, não só pela questão estética, mas pela saúde do paciente. O meu encanto pela profissão é trazer a felicidade e a paz para o paciente, vê-lo realizado. Às vezes, ele se sente aflito e chateado por não ter o sorriso que ele quer e, quando vai fazer o tratamento e vê a mudança, é muito gratificante para nós”, reflete a jovem, que também é presidente do Centro Acadêmico e representante de turma.

Retorno da comunidade

Os pacientes abordados pelos estudantes na ação demonstraram gratidão e apoio à iniciativa. Joana Felipe Ferreira, 64 anos, faz  sessões de fisioterapia na Clínica desde 2009 e pelo vínculo estabelecido com os professores e estudantes ao longo dos anos, já tem uma frase pronta para definir essa relação duradoura. “Sou quase um patrimônio da Clínica Escola”, brinca.

 Atenta às explicações, ela trouxe uma devolutiva de incentivo aos estudantes. “Eles fizeram um excelente trabalho. Fiquei super feliz quando encontrei essa turma aqui hoje, porque vai trazer um benefício imenso para quem faz o tratamento aqui e para as pessoas de fora. O acesso à saúde dentária para as pessoas mais humildes é muito ruim e tenho certeza que irão fazer um ótimo trabalho”, disse.

A moradora de Inhumas (GO), Selma Santos Ramos, vem à Goiânia duas vezes por semana para fazer tratamento de fisioterapia no local. Ela também aprovou a didática e a forma prática como os acadêmicos partilharam informações sobre a saúde bucal. “Eles deram informações que eu não sabia, como a importância de trocar a escova de dentes depois que uma pessoa é contaminada com a Covid, por exemplo. A Odontologia é um serviço que faltava aqui e vai complementar muito os outros atendimentos”, opinou.

Segurando a varinha de condão da fada do dente, Pietro Duarte, 9 anos, agora sabe como fazer a higiene bucal. “Vou escovar direitinho, tem que ser em círculos e não pode ser rápido”, disse o menino, que interagia e brincava com as estudantes do curso.

Arrecadação de kits: colabore com a campanha

Uma das constatações feitas pelos estudantes após este trabalho de intervenção é que muitas famílias não têm acesso a objetos básicos de higiene dental. Pensando nessa realidade, os estudantes do curso, por iniciativa do Centro Acadêmico, promovem uma campanha permanente de arrecadação de kits de higiene bucal, que serão doados aos pacientes atendidos na clínica e para famílias em situação de vulnerabilidade.

Para participar da campanha, basta doar escovas, cremes dentais, enxaguantes bucais e fio dental, para a montagem dos kits. A entrega pode ser feita na secretaria do curso de Odontologia, situada na Área 4 da PUC (acesso pela Praça Universitária). Uma chave PIX também foi disponibilizada para doações em dinheiro, que serão destinadas para a iniciativa. O código para transferência é 62984584234.

Recém-implantado na universidade, o curso de Odontologia tem reconhecimento máximo pelo MEC, é oferecido em turno integral e tem a duração de 10 períodos (cinco anos).

Fotos: Wagmar Alves

Fonte: Dicom/PUC-GO

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp