26°C
Clear sky

Com empate em casa, Aparecidense é campeã brasileira da Série D

Ao final da partida, torcedores, jogadores, comissão técnica e autoridades locais comemoraram o título no gramado do estádio

Na tarde sábado,13, o time da Aparecidense conquistou o título inédito de campeão brasileiro da Série D. A equipe que representa a cidade de Aparecida no cenário regional e nacional levantou o troféu após empatar em 1 a 1 com o Campinense-PB no Estádio Municipal Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia, já que havia vencido o jogo de ida em Campina Grande-PB por 1 a 0.

Com o título, o Camaleão vai representar Aparecida na Série C em 2022, exaltando o nome da cidade em todo território nacional. Apesar de ter entrado em campo com a vantagem conquistada no primeiro confronto, a Aparecidense foi sufocada pela equipe adversário em boa parte da partida.

Após o primeiro tempo de poucas emoções, a Campinense começou melhor a segunda etapa e, aos sete minutos, o meia Dione aproveitou cruzamento da direita e cabeceou certeiro para o fundo das redes. Após o susto, o Camaleão pressionou o time paraibano e, aos 31 minutos, Samuel que havia deixado o banco de reservas há dez minutos empatou a partida, garantindo o título para aparecidense.

Ao final da partida, torcedores, jogadores, comissão técnica e autoridades locais comemoraram o título no gramado do estádio. “Essa conquista representa muito para Aparecida. Agora, estamos na Série C graças ao trabalho sério realizado nos últimos anos pela administração pública e toda diretoria da Aparecidense. Dedicamos o campeonato ao ex-prefeito Maguito que sempre acreditou no Camaleão, ao ex-deputado Léo Mendanha e ao João Rodrigues, o Cocá que sempre acreditaram no nosso time, mas infelizmente não estão entre nós para comemorar essa conquista”, disse o prefeito em exercício Vilmar Mariano ao lado do presidente do time, Elvis Mendes.

Autor do gol que garantiu o trinfo, Samuel destacou a união do grupo ao longo do trabalho e o apoio que o time recebeu da torcida na reta final da competição. “É muito gratificante marcar o gol do título e comemorar com a torcida que fez uma festa bonita hoje. Vamos continuar trabalhando para seguirmos fortes e já pensamos no Campeonato Goiano do ano que vem”, destacou o jogador.

Emocionado o secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Geferson Aragão, lembrou que a conquista representa muito para a cidade. “Estamos coroando o trabalho com chave de ouro. Nossa população pode comemorar, pois somos campeões brasileiros com apenas 35 anos de fundação do clube. Não tenham dúvidas que isso é só o começo. A Aparecidense será forte em 2023, disputando o Campeonato Goiano em igualdade com os grandes times da Capital”, projetou.

A festa, com direito a volta olímpica, só terminou no início da noite. Familiares dos atletas aproveitaram para registrar o momento em fotos e vídeos com o troféu de campeão brasileiro que foi erguido logo após a partida pelo capitão e zagueiro do Camaleão, Wesley Matos.

Apoio

Torcedores de Atlético, Goiás, Vila Nova e outros clubes goianos deixaram a rivalidade de lado neste sábado e foram ao estádio apoiar a Aparecidense também conhecida carinhosamente como ‘Cidinha’. Com a camisa de seus times, eles incentivaram o Camaleão durante toda partida. No final, comemoraram juntos a conquista que deixou orgulhos a população da cidade e do Estado de Goiás.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp