25°C
Clear sky

Comissão aprova autorização para municípios inadimplentes manterem convênios com a União

Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Ganime apresentou substitutivo ao texto original

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei complementar (PLP) que assegura a municípios com menos de 50 mil habitantes que ultrapassarem os limites de despesa com pessoal ou de dívida consolidada o direito de manter a assinatura de convênios e instrumentos similares com a União. A transferência efetiva dos recursos, no entanto, continua condicionada à solução das pendências.

Relator da proposta, o deputado Paulo Ganime (Novo-RJ) optou por um substitutivo ao PLP 190/19, da deputada Marília Arraes (Solidariedade-PE). O texto original concedia prazo de um ano para a inclusão do município como inadimplente no Cadastro Único de Convênios, prazo que também valeria para a suspensão das transferências voluntárias da União ao ente municipal.

“Sobre a vedação de recebimento de transferências voluntárias, a própria  Lei de Responsabilidade Fiscal prevê que, para fins de aplicação das penalidades de suspensão de transferências voluntárias, estão excetuadas as destinadas a ações de educação, saúde e assistência social. Assim, não se trata de uma suspensão geral e irrestrita”, argumentou o relator.

O texto proposto por Ganime, segundo ele, segue a linha de dispositivos previstos nas leis de diretrizes orçamentárias dos anos de 2018 e 2019, que possibilitavam a celebração convênios e a garantia do recurso, mas condicionavam seu efetivo recebimento à regularização das pendências conforme a legislação.

“Assim, reconhecendo a importância da norma para os municípios e respeitando a vontade desta Casa, entendemos meritório o projeto, desde que não implique, como dito anteriormente, no afastamento dos mecanismos de controle e de retorno aos limites de débito”, concluiu.

Tramitação

A proposta ainda será analisada Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e pelo Plenário.

Saiba mais sobre  tramitação de projetos de lei complementar

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp