25°C
Clear sky

Comissão debate concessão da rodovia BR-040 e impacto em municípios de Minas e do Rio

Depositphotos
Empresas concessionárias alegam prejuízos na rodovia

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados realiza audiência pública nesta quarta-feira (13) para discutir a concessão da rodovia BR-040, que liga Brasília ao Rio de Janeiro. A reunião começará às 8h30 no Plenário 11.

O deputado Charlles Evangelista (PP-MG), que solicitou a audiência pública junto com o deputado Hugo Leal (PSD-RJ), quer discutir com representantes do governo e com prefeitos de cidades do Rio de Janeiro e de Minas Gerais sobre a necessidade de realizar novas licitações com o fim dos contratos de concessão das empresas VIA 040 e Concer.

Atualmente, o contrato com a VIA 040 foi prorrogado por termo aditivo até agosto de 2023. No entanto, a empresa solicita a rescisão do contrato para que ocorra um novo leilão do trecho e outra empresa assuma a gestão.

A VIA 040 alega que o valor arrecadado com pedágio é aproximado ao que é reinvestido na pista. Segundo a empresa, houve prejuízo de R$ 1,1 bilhão desde que assumiu a concessão, em 2014, até dezembro de 2020.

Já a Concer mantém o controle de trechos da BR-040 por decisão judicial concedida em 2021 para prorrogar seu contrato e ainda aumentar o preço dos pedágios. A empresa alegava desequilíbrio no contrato por causa de investimentos na rodovia que superam o previsto originalmente na concessão.

Com o fim dos contratos, durante o período de relicitação da rodovia BR-040, o

DNIT assume a administração do trecho entre Rio de Janeiro/RJ e Juiz de Fora/MG (referente à Concer), e a ANTT será responsável pelo trecho entre Brasília/DF a Juiz de Fora/MG (referente à Via 040).

Foram convidados a participar do debate:

– o coordenador-geral de Outorgas Rodoviárias da Secretaria Nacional de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura, Stephane Louis Georges Quebaud;

– o superintendente de Concessão da Infraestrutura da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Renan Brandão;

– o diretor de Infraestrutura Rodoviária Substituto do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Allan Magalhães Machado;

– o  prefeito de Barbacena (MG), Carlos Augusto Soares do Nascimento;

– o  prefeito de Congonhas (MG), Eduardo Matosinhos;

– o  prefeito de Simão Pereira (MG), David Carvalho Pimenta;

– o  prefeito de Petrópolis (RJ), Rubens Bomtempo;

– o  prefeito de Três Rios (RJ), Joacir Barbaglio Pereira; e

– o  presidente da Câmara Municipal de Petrópolis, Hingo Hammes.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp