29°C
Few clouds

Comissão debate detecção precoce e controle do câncer no SUS

Acácio Pinheiro/Agência Brasília
Procedimentos para rastreamento de câncer foram reduzidos na pandemia

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados promove audiência pública na segunda-feira (3) sobre detecção precoce e controle do câncer no SUS. O debate será realizado no plenário 5, às 14 horas.

O pedido para realização da audiência é da deputada Tereza Nelma (PSDB-AL). Ela quer informar representantes dos estados e municípios e a sociedade civil sobre a disponibilidade recursos para ações de prevenção, detecção precoce e controle de câncer durante a pandemia. Uma portaria de dezembro do ano passado institui incentivo financeiro no montante de R$ 150 milhões.

Nelma destacou dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) que mostram a redução dos procedimentos eletivos, incluindo o rastreamento de câncer. “Foram suspensos em 41% dos países pela necessidade de priorização das urgências e redução do risco de disseminação do novo coronavírus nos serviços de saúde. Por isso, foi instituído em caráter excepcional e temporário o incentivo financeiro federal de custeio para essas ações de prevenção ao câncer”, explicou a deputada.

Foram convidados para o debate:

o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula;
o diretor do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Hisham Mohamad Hamida;
a diretora do Departamento de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, Maíra Batista Botelho.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp