30°C
Clear sky

Confronto entre criminosos e policiais provoca seis mortes no Rio

Um confronto entre policiais e criminosos em Manguinhos, na zona norte do Rio de Janeiro, na manhã de hoje (12), provocou seis mortes. A Secretaria de Estado de Polícia Civil do Rio de Janeiro (Sepol) informou que uma equipe do Esquadrão Antibombas foi atacada quando passava pela Avenida Dom Hélder Câmara a caminho da Cidade da Polícia, no bairro vizinho do Jacaré. Com o ataque houve reação dos policiais, que pediram reforço. Policiais da Coordenadoria de Operações Especiais (Core) foram para o local.

Segundo a Sepol, cinco suspeitos foram feridos e dois presos. Os feridos foram levados para unidades hospitalares. Os agentes apreenderam seis pistolas, uma granada, diversos carregadores, munições, rádios transmissores, roupas camufladas e grande quantidade de drogas como crack, cocaína e maconha.

Por causa do confronto a concessionária SuperVia interrompeu a circulação de trens no ramal Saracuruna, nas proximidades da estação Manguinhos, e operava no trecho Bonsucesso/Gramacho.

“Devido à ocorrência de segurança pública nas proximidades da estação Manguinhos (ramal Saracuruna), os trens precisaram aguardar ordem de circulação para seguir viagem entre 10h09 e 11h29 de hoje (12/07). Depois desse horário, os trens circularam normalmente. Os passageiros foram informados sobre a situação por meio do sistema de áudio dos trens e das estações”, informou a SuperVia em nota.

A concessionária disse que em 2022 já registrou oito casos de tiroteios nas imediações do sistema, impactando a circulação dos trens por quase 14 horas. “A concessionária adota o procedimento de paralisar parcialmente a circulação de forma a garantir, em primeiro lugar, a segurança de seus passageiros”, disse a concessionária em nota.

O conflito impactou também o trânsito na Avenida Leopoldo Bulhões, que foi interditado na área próxima à comunidade. O Centro de Operações Rio (COR) recomendou, pelo Twiter, aos motoristas evitarem as vias de Manguinhos.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar (SEPM) informou que equipes do 22º BPM (Bonsucesso) e das UPPs da região reforçaram o policiamento nas imediações de Manguinhos e nas principais vias da região, como as avenidas Leopoldo Bulhões e dos Democráticos. Os policiais retiraram barricadas que tinham sido colocadas pelos criminosos nas vias ao redor da comunidade e garantindo a circulação do trânsito.

A Sepol destacou que nos últimos meses “há um histórico de diversos ataques de traficantes de Manguinhos a viaturas das Polícias Civil e Militar naquela região. Em um dos ataques, o policial militar Jamilton Machado de Assis foi morto ao ser atingido na cabeça durante um patrulhamento. Ele estava em deslocamento pela Avenida Dom Hélder Câmara e foi atingido quando a viatura passava pelo viaduto de Benfica”.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp