27°C
Clear sky

Conselho de Ética analisa nesta quarta-feira representações contra seis deputados

Alan Rones/Câmara dos Deputados
Reunião do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara realiza reunião nessa quarta-feira (3) para apreciar pareceres referentes a vários processos apresentados junto ao colegiado. A reunião será realizada às 11 horas, em plenário a ser definido.

O primeiro item será a discussão e votação do parecer do deputado Marcelo Nilo (Republicanos-BA), em processo movido contra a deputada Carla Zambelli (PL-SP). Ela foi acusada pelo Partido dos Trabalhadores de fazer postagem em redes sociais ofensiva ao senador Humberto Costa (PT-PE) (Representação 12/22). Na mesma reunião será analisada a Representação 7/22, também contra Zambelli, onde o PT acusa a parlamentar de quebra de decoro por posts feitos em redes sociais que supostamente incitavam a população contra as medidas sanitárias para contenção da pandemia do novo coronavírus. O relator é o deputado Mauro Lopes (PP-MG).

O conselho também irá analisar parecer do deputado Pinheirinho (PP-MG), relator do processo referente às Representações 5/226/22, em desfavor da deputada Bia Kicis (PL-DF). Ela foi acusada pelo Psol e pelo PT de insuflar motim da Polícia Militar da Bahia, em publicações nas mídias sociais. Os deputados do Conselho de Ética também irão analisar representação onde Bia Kicis foi acusada pelo PT de divulgar dados pessoais de médicos que participaram de debate sobre a vacinação contra a Covid-19 no Ministério da Saúde (Representação 17/22).

Denúncia da PGR

Outro item trata da análise do parecer do deputado Alexandre Leite (União-SP) referente à Representação 1/22, do partido Novo contra o deputado Wilson Santiago (Republicanos-PB). O partido acusa o deputado de quebra de decoro por ter sido denunciado pela Procuradoria-Geral da República, em 2019, pelos crimes de organização criminosa e corrupção passiva.

Será feita também a leitura, discussão e votação do parecer do deputado Igor Timo (Pode-MG) referente à Representação 8/22, do PSB, PT, PDT, PSOL e PCdoB, em desfavor do deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP). Os partidos acusam o parlamentar de quebra de decoro por publicação nas redes sociais que supostamente ofendia as mulheres integrantes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Sobre o mesmo tema será analisado o parecer do deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS), referente à Representação 9/22, do Psol e PT contra o deputado Delegado Éder Mauro (PL-PA). As legendas acusam o parlamentar de quebra de decoro por posts em redes sociais que também ofenderiam deputadas da CCJ.

E por fim o colegiado vai discutir e votar o parecer do deputado Adolfo Viana (PSDB-BA) referente às Representações 18/22, do PP, e 19/22 (apensada), do PT, em desfavor do deputado Kim Kataguiri (União-SP). O deputado foi acusado pelos partidos de apologia ao nazismo.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp