24°C
Clear sky

Conselho de Ética sorteia integrantes para listas tríplices de processos por quebra de decoro

Elaine Menke/Câmara dos Deputados
Neste ano foram apresentados 22 processos por quebra de decoro no Conselho de Ética

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados sorteou nesta quarta-feira (11) os deputados para completar as listas tríplices para a escolha de relatores de processos por quebra de decoro. Os quatro sorteios ocorreram porque deputados anteriormente sorteados pediram a retirada de seus nomes.

Foram sorteados os deputados Paulo Ramos (PDT-RJ); Coronel Tadeu (PL-SP); Fernanda Melchionna (Psol-RS); Adolfo Viana (PSDB-BA); Tiago Mitraud (Novo-MG); e Hiran Gonçalves (PP-RR) – este para dois processos.

A reunião foi comandada pelo presidente do Conselho de Ética, deputado Paulo Azi (UNIÃO-BA). “Espero que os parlamentares que foram sorteados nesta data não peçam a desistência, para que esta presidência possa avançar na definição das relatorias dos demais representados nesta sessão”, recomendou.

Relatores

No início da reunião, antes dos sorteios, o presidente do Conselho de Ética anunciou os relatores de outros processos contra Dra. Soraya Manato (PTB-ES); Carlos Jordy (PL-RJ); Carla Zambelli (PL-SP); Kim Kataguiri (UNIÃO-SP); Heitor Freire (UNIÃO-CE).

O deputado Marcelo Moraes (PL-RS) será relator do processo (representação 3/22) contra Soraya Manato; Diego Garcia (Republicanos-PR) foi escolhido para relatar processo (representação 11/22) contra deputado Carlos Jordy; Marcelo Nilo (Republicanos-BA) foi designado relator de processo (representação 2/22) contra Carla Zambelli; Adolfo Viana (PSDB-BA) será relator de dois processos apensados (representações 18 e 19/22) contra o deputado Kim Kataguiri; e Fernando Rodolfo (PL-PE) vai relatar processo (representação 16/22) contra o deputado Heitor Freire.

Os relatores vão ter dez dias úteis a partir de 12 de maio para apresentar os pareceres preliminares na secretaria do Conselho de Ética. Os votos dos relatores ficarão sob sigilo até a leitura na reunião pública.

Desde o início do ano foram apresentados 22 processos por quebra de decoro contra 12 deputados.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp