18°C
Scattered clouds

Copa América: no clássico do Rio da Prata, Argentina supera Uruguai

O estádio Mané Garrincha, em Brasília, foi o palco, nesta sexta-feira (18), do confronto entre os dois maiores vencedores da Copa América, o Uruguai, com 15 taças, e a Argentina, com 14. O duelo, válido pela 2ª rodada do Grupo A, terminou com a vitória do time de Lionel Messi por 1 a 0. O gol foi marcado pelo volante Guido Rodríguez.

#CopaAmérica ????

¡FINAL DEL PARTIDO! @Argentina venció 1-0 a @Uruguay y consiguió su primera victoria en la CONMEBOL #CopaAmérica 2021. El gol lo anotó Guido Rodríguez ⚽

???????? Argentina ???? Uruguay ????????#VibraElContinente #VibraOContinente pic.twitter.com/4kZIWVmeW8

— Copa América (@CopaAmerica) June 19, 2021

Com o resultado, a equipe argentina chegou aos quatro pontos e divide a ponta da chave com o Chile. O Uruguai, que disputou apenas o primeiro jogo, buscará os primeiros pontos na próxima segunda-feira (21) contra o Chile. A Argentina joga também na segunda-feira contra o Paraguai.

Durante o jogo na capital federal, o time argentino, em busca de uma conquista importante, algo que não ocorre desde 1993, partiu para cima. Lautaro Martínez pegou rebote de uma bela jogada de Messi e não conseguiu mandar a bola para as redes com o gol vazio.

VIEJOS CONOCIDOS ???????? ???? ????????#VibraElContinente #CopaAmérica pic.twitter.com/AGeLS4p9lD

— Copa América (@CopaAmerica) June 19, 2021

Aos 12, Messi recebeu uma cobrança curta de escanteio e mandou na área. O volante Guido Rodríguez subiu sozinho de cabeça na segunda trave para desviar do goleiro Muslera. A bola ainda desviou na trave antes de entrar.

Logo depois, aos 18, Giménez errou e Lautaro forçou o goleiro Muslera a fazer bela defesa. Porém, o lance foi invalidado por marcação de falta. Aos 27, o centroavante Cavani chegou a reclamar de um possível pênalti após tentar o drible sobre Otamendi e cair na área. Mas o juiz mandou seguir adiante.

Já a etapa final foi marcada por muito equilíbrio, com muita disputa e marcação de ambos os lados, mas com pouca produção ofensiva.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp