27°C
Scattered clouds

Curso Alfabetização Baseada na Ciência tem material on-line

No Dia Mundial da Educação, celebrado nessa quarta-feira (28), o Ministério da Educação (MEC) disponibilizou todo o conteúdo do curso on-line Alfabetização Baseada na Ciência (ABC), voltado para educadores da Pré-Escola e do Ensino Fundamental. São vídeos, entrevistas, artigos, slides, questionários e outros materiais que ficarão disponíveis, gratuitamente, em dois manuais publicados no site da pasta.

A iniciativa faz parte da implementação da Política Nacional de Alfabetização, e tem como objetivo elevar a qualidade da educação no Brasil e valorizar os docentes brasileiros.

O material do curso on-line é produzido por especialistas portugueses e está dividido em duas partes. A primeira parte do conteúdo, “Alfabetização Baseada na Ciência: Manual do Curso ABC”, que é teórica, foi elaborada pela Faculdade de Psicologia e de Ciência da Educação, da Universidade do Porto, em Portugal. O documento é composto por 23 capítulos que apresentam conhecimentos teóricos para o ensino da leitura e da escrita.

A segunda parte do material, “ABC na Prática: Construindo Alicerces para a Leitura”, que é a prática, foi produzida pelo Centro de Investigação e Intervenção na Leitura, do Instituto Politécnico do Porto. O produto apresenta programas de intervenção para crianças, com atividades para alunos de 5 e 6 anos de idade, estruturadas e adaptadas ao português do Brasil.

Material acessível

Com o material acessível na internet, estudantes de licenciatura e professores brasileiros que trabalham com alfabetização, leitura e escrita poderão contar com um material de alta qualidade, como explicou o secretário de Alfabetização do MEC e coordenador-geral do Curso ABC, Carlos Nadalim.

“Considerando o contexto da crise sanitária que estamos vivendo, julgamos necessário e importante disponibilizar o quanto antes aos professores e ao público em geral esses materiais riquíssimos, que dão base ao curso ABC. Buscamos, desse modo, mitigar os impactos da crise sobre a aprendizagem dos alunos da pré-escola e dos anos iniciais do ensino fundamental”, frisou Nadalim.

Curso ABC

O curso ABC, formulado em 2019, é fruto de uma parceria entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a Secretaria de Alfabetização do MEC, a Universidade do Porto, o Instituto Politécnico do Porto e a Universidade Aberta de Portugal.

O curso foi criado para qualificar alfabetizadores, com base em evidências científicas, abrangendo aspectos teóricos e práticos. Inicialmente, a formação ofereceria atividades presenciais e visitas às escolas portuguesas. Mas, com as restrições impostas pela Covid-19, o curso foi adaptado para ser on-line.

“Inicialmente, a ideia é que nós enviássemos 150 professores brasileiros a Portugal para que pudéssemos, então, formar diversos multiplicadores para a utilização das evidências científicas nas nossas políticas nacionais. Mas, devido às restrições impostas, o curso foi adaptado para a versão on-line”, explicou Victor Godoy, secretário executivo do Ministério da Educação.

Desde então, a Universidade Aberta de Portugal passou a organizar o curso na modalidade a distância e a produzir as legendas em português brasileiro.

Tempo de Aprender

O Curso ABC já conta com mais de 173 mil inscritos e mais de 3 milhões de acessos. A formação, que possui carga de 180 horas, faz parte do Programa Tempo de Aprender, destinada a profissionais que atuam na alfabetização infantil.

“Um dos quatro eixos do Tempo de Aprender é a formação continuada de profissionais da alfabetização, no qual se insere o curso Alfabetização Baseada na Ciência, ABC”, complementou o secretário Carlos Nadalim.

Uma pesquisa recente sobre o Curso ABC revela que, dos 7 mil cursistas que participaram da sondagem, 94% manifestaram estar muito satisfeitos com o curso e 89% consideraram os temas pertinentes.

Dia Mundial da Educação

A data para celebrar o Dia Mundial da Educação foi escolhida após o Fórum Mundial de Educação, promovido no ano 2000, na cidade de Dakar, no Senegal. No evento, líderes de 164 países, incluindo o Brasil, assinaram o Marco de ação de Dakar: educação para todos, um compromisso pela ampliação da Educação Básica em todo o mundo.

Como estabelece a Constituição Federal, a educação é um direito de todos e dever do Estado e da família, e deve ser promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, preparo para o exercício da cidadania e a qualificação para o trabalho.

Acesse todo o conteúdo do curso on-line Alfabetização Baseada na Ciência (ABC)

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp