25°C
Clear sky

Deputados analisam MP que ajusta regras de cobrança de PIS e Cofins sobre etanol; acompanhe

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Arthur Lira preside a sessão do Plenário

A Câmara dos Deputados analisa agora a Medida Provisória 1100/22, que reformula a tributação de PIS e Cofins sobre álcool combustível vendido por cooperativas diretamente ao setor varejista.

A proposição deriva de vetos feitos pelo governo no texto enviado à sanção da MP 1063/21, que primeiro tratou do tema ao permitir ao produtor e ao importador venderem diretamente aos postos sem passar pelos distribuidores.

Embora a intenção do governo fosse estimular a competição no setor, não desejava perder arrecadação naquele momento. Os vetos foram justificados pelo fato de resultarem nessa perda devido ao modelo de tributação das cooperativas.

Com a MP 1100/22, as cooperativas de comercialização não poderão participar desse mercado de forma direta, como constava do trecho vetado anteriormente.

O parecer preliminar do relator, deputado Vinicius Carvalho (Republicanos-SP), recomenda a aprovação do texto original, rejeitando as emendas.

Mais informações em instantes

Assista ao vivo

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp