29°C
Few clouds

Doenças negligenciadas são tema da 6ª Conferência FAPESP 60 anos

As doenças negligenciadas afetam mais de 2 bilhões de pessoas, sobretudo as mais pobres e desfavorecidas em regiões tropicais e subtropicais do planeta, incluindo as Américas. O número de mortes supera 1 milhão ao ano, com o agravante de causar grande sofrimento e incapacidade permanente em homens, mulheres e crianças.

A 6ª Conferência FAPESP 60 anos https://60anos.fapesp.br/conferencia-sexta reunirá na próxima quarta (17/11) especialistas para debater os avanços da ciência, especialmente da química medicinal e de produtos naturais, para combater esse que é um dos maiores problemas de saúde pública da atualidade.

O encontro contará com a presença de Sir Mike Ferguson https://www.lifesci.dundee.ac.uk/people/mike-ferguson, especialista em parasitologia molecular aplicada ao planejamento de fármacos para doenças tropicais. Ele é professor titular e reitor associado de pesquisa da Universidade de Dundee (Reino Unido), membro do Conselho da Medicines for Malaria Venture (MMV), da The Royal Society of London, da Academy of Medical Sciences e da European Molecular Biology Organization (Embo), além de vice-presidente da Wellcome Trust.

Com mais de 250 artigos científicos publicados, Ferguson tem investigado a bioquímica de protozoários parasitas, entre eles os causadores da doença do sono africana, da doença de Chagas e da leishmaniose. Sua pesquisa se inscreve na interface entre a biologia e a química.

Também participará do debate Jon Clardy https://clardy.hms.harvard.edu, especialista em química biológica aplicada ao desenvolvimento de fármacos e ao estudo do controle de processos biológicos por moléculas bioativas de origem natural. Ele é professor titular da Universidade Harvard (Estados Unidos), membro do Broad Institute, da American Association for the Advancement of Sciences (AAAS), da American Academy of Arts and Sciences e da American Academy of Microbiology.

Ao longo de quase 50 anos, Clardy se dedicou a pesquisas relacionadas a produtos naturais que resultaram em mais de 700 publicações. Foi pioneiro no uso da técnica de DNA ambiental para a prospecção da diversidade química codificada em metagenomas e organismos não cultiváveis. Também foi dos primeiros a estudar compostos como a saxitoxina e a brevetoxina, duas neurotoxinas produzidas por dinoflagelados marinhos. Contribuiu ainda para a identificação de alvos proteicos de produtos naturais e para a elucidação das estruturas moleculares de diversos compostos.

A conferência contará ainda com a participação de Glaucius Oliva https://bv.fapesp.br/pt/pesquisador/450/glaucius-oliva, especialista em biologia estrutural aplicada ao planejamento de fármacos para doenças infecciosas e professor titular da Universidade de São Paulo (USP). É membro da Academia Brasileira de Ciências (ABC), da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (Aciesp) e da The World Academy of Sciences (TWAS).

Oliva é coordenador do Centro de Pesquisa e Inovação em Biodiversidade e Fármacos https://bv.fapesp.br/pt/auxilios/58566/cibfar-centro-de-inovacao-em-biodiversidade-e-farmacos/ (CIBFar https://cibfar.ifsc.usp.br/), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão da FAPESP que recentemente desvendou detalhes do processo de maturação da principal enzima envolvida na replicação do SARS-CoV-2, conhecida como 3CL (<i>leia mais em: https://agencia.fapesp.br/descoberta-facilita-busca-por-farmaco-capaz-de-sabotar-a-replicacao-do-sars-cov-2/36582/</i>).

A abertura será feita por Ronaldo Aloise Pilli, vice-presidente do Conselho Superior da FAPESP. E o debate será moderado por Adriano Defini Andricopulo https://bv.fapesp.br/pt/pesquisador/2443/adriano-defini-andricopulo, professor do IFSC-USP e vice-presidente da Aciesp.

Os interessados podem se inscrever pela página https://zoom.us/webinar/register/WN_OYu3jY9URWCWTRHpvXDeNA da conferência e enviar dúvidas para o e-mail [email protected] As perguntas serão respondidas durante o evento, que será transmitido a partir das 10 horas pelo Zoom e pelo canal https://www.youtube.com/watch?v=SeJdnfHnkuc da Agência FAPESP no YouTube.

Mais informações: https://bit.ly/3EXF4S1.<br><br>

 

O post Doenças negligenciadas são tema da 6ª Conferência FAPESP 60 anos apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp