33°C
Overcast clouds

Em vitória da tecnologia, França bate a Austrália no Grupo C

A partida pode ter sido disputada de manhãzinha, tomando como base o horário de Brasília. Porém, isso não quer dizer que não tenha sido um jogo quente. Em duelo marcado pela presença da tecnologia, a França sofreu, saiu na frente, tomou o empate, mas conseguiu vencer a Austrália no primeiro jogo do Grupo C da Copa do Mundo. Os gols foram assinalados por Griezmann e Pogba, enquanto os australianos diminuíram com Jedinak.

O jogo

A primeira etapa começou sob forte pressão dos franceses. Em apenas oito minutos, os cabeças de chave haviam chutado no gol quatro vezes, configurando uma finalização a cada dois minutos. A primeira oportunidade fora do talentoso Kylian Mbappé, que joga sua primeira Copa com apenas 19 anos e já envergando a camisa 10 dos Azuis. O atacante Antoine Griezmann também tentou, mas, assim como seu companheiro de equipe, parou no goleiro Ryan.

Depois do ímpeto dos 15 minutos iniciais, a Austrália equilibrou um pouco as ações. Apostando na bola parada, a seleção da Oceania chegou a ter posse de bola em alguns momentos, embora a França fosse o time que buscava mais o ataque. A partir do momento em que o confronto ficou mais travado, as ações também esfriaram, mas isto viria a mudar no segundo tempo.

Os times voltaram do intervalo com mais fome de jogo. A Austrália conseguia segurar o empate contra uma das cotadas para o título da Copa, e a França precisava demonstrar mais se quisesse realmente ser colocada na prateleira das favoritas. Com 10 minutos de partida, Griezmann foi lançado e caiu na área após choque com Risdon. O lance seguiu, mas após reclamação francesa o árbitro uruguaio Andrés Cunha decidiu consultar o árbitro de vídeo, em atitude histórica no torneio. O pênalti foi assinalado e o próprio camisa 7 foi para a bola e marcou o primeiro gol proveniente de uma marcação de penalidade máxima pelo VAR.

O gol poderia ter sido um baque para os australianos, mas menos de cinco minutos depois o zagueiro Umtiti meteu a mão na bola dentro da área após cobrança de falta. Desta vez, o juiz nem precisou de assistência: pênalti para a Austrália. O volante Jedinak assumiu a responsabilidade e igualou o marcador. Aos 34 minutos, no entanto, outro volante, Paul Pogba, tabelou, avançou e deu um belo toque para encobrir o goleiro. A bola bateu no travessão, no chão e voltou para as mãos de Ryan. A dúvida era se tinha entrado, mas devido à tecnologia Fifa da linha do gol, o árbitro confirmou o gol da vitória francesa, em um disputado jogo que abriu com qualidade o Grupo C da Copa do Mundo na Rússia.

Ficha técnica

Jogo: França 1×1 Austrália. Local: Arena Kazan, em Kazan, na Rússia, pelo Grupo C da Copa do Mundo.

Árbitro: Andrés Cunha (Uruguai). Assistentes: Nicolas Taran (Uruguai) e Mauricio Espinosa (Uruguai).

França: Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Hernandez; Tolisso (Matuidi), Kanté e Pogba; Dembelé (Fekir), Mbappé e Griezmann (Giroud). Técnico: Didier Deschamps.

Austrália: Ryan; Behich, Sainsbury, Milligan e Risdon; Jedinak, Mooy, Kruse (Arzani), Rogic (Irvine) e Leckie; Nabbout (Juric). Técnico: Bert van Marwijk.

Gols: Griezmann, aos 12’ do 2º tempo. Jedinak, aos 16’ do 2º tempo. Pogba, aos 34 do 2º tempo. Público: 41.279 pagantes.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp