33°C
Overcast clouds

Entenda como funciona a estrutura de um aeroporto

Por trás de cada voo existe um sistema complexo que envolve: segurança, regulação, certificação, infraestrutura aeroportuária, fiscalização e formação profissional, entre outros fatores. Para explicar aos cidadãos brasileiros como essas engrenagens funcionam, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) preparou uma série de conteúdos intitulada Por Dentro da Aviação.

O primeiro conteúdo da série, apresenta a estrutura e as principais características de um aeroporto. A Anac explica que existe uma diferença entre aeroportos e aeródromos: todo aeroporto é um aeródromo, mas nem todo aeródromo é um aeroporto. “Para ser considerado um aeroporto, o aeródromo precisa ser público e possuir instalações de apoio a aeronaves e ao embarque/desembarque de pessoas e cargas”, explica documento da agência.

Lado terra e lado ar

Um aeroporto é dividido em duas partes: lado terra e lado ar. O lado terra “é a área comum onde todos podem circular, como estacionamentos, áreas de lojas e quiosques no saguão do Terminal de Passageiros”. O lado ar, por sua vez, é toda a área destinada à movimentação das aeronaves e só pode ser acessado por tripulantes, passageiros com bilhete de embarque válido e por trabalhadores do aeroporto. Somente podem acessar o lado ar, pessoas que tenham passado por inspeção de segurança”.

Entre o lado terra e o lado ar, há uma barreira física chamada de cerca operacional. O objetivo desta estrutura é evitar a entrada de animais ou pessoas e garantir a segurança das aeronaves, dos passageiros e das instalações aeroportuárias.

Outros elementos

Também compõem a infraestrutura aeroportuária: a cerca patrimonial (que delimita toda a área do aeródromo); a Área de Segurança Aeroportuária – ASA (uma área circular, definida a partir do centro da pista, com um raio de 20 km; a ocupação da ASA é monitorada para evitar a presença de edificações, atrativos ou animais que afetem ou limitem as operações); e a torre de controle (que presta auxílio nas decolagens e nos pousos, na movimentação de aeronaves no pátio e no controle de aproximação das aeronaves).

Para saber mais sobre a estrutura dos aeroportos e aeródromos, acesse 

Com informações da Anac

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp