22°C
Clear sky

Escola Politécnica apresenta novo Centro de Resolução de Conflitos

Uma cerimônia on-line, realizada no dia 25 de maio, marcou a instalação oficial do Centro de Resolução de Conflitos (CRC) na Escola Politécnica (Poli). O Centro é um laboratório que oferece soluções extrajudiciais de conflitos – como a Mediação, a Arbitragem e Dispute Boards –, tanto para a prevenção quanto para a resolução de controvérsias já existentes, respeitando os padrões das mais respeitadas câmaras arbitrais do mundo.

Além de proporcionar um espaço imparcial para discussão, com especialistas de diversas áreas de conhecimento, o CRC também administra arbitragens e dispute boards, auxilia na elaboração de políticas públicas que beneficiem a sociedade e promove cursos, workshops e webinars sobre o assunto. Os eixos de trabalho incluem: resolução extrajudicial de conflitos, segurança cibernética e equilíbrio de gênero.

“É uma visão mais moderna da Universidade. No século XXI, as universidades de pesquisa de todo o mundo estão preocupadas, além do ensino e da pesquisa, também com o seu relacionamento com a sociedade. Este Centro é mais uma iniciativa da USP nesse sentido e tenho a certeza de que os resultados serão colhidos em um curto espaço de tempo”, explicou o reitor Vahan Agopyan.

O secretário Estadual da Justiça e Cidadania, Fernando José da Costa, lembrou que a Secretaria também oferece mecanismos de mediação. “Nós sabemos da complexidade, dos custos e da morosidade de um processo judicial. O Estado tem o dever de trabalhar com políticas públicas e oferecer mecanismos de resolução de conflitos que antecedem o litígio judicial, como a mediação e a arbitragem”, afirmou.

O Centro de Resolução de Conflitos é um programa do Instituto Global de Estudos sobre a Paz (Glip, sigla em inglês para Global Institute for Peace), da Escola Politécnica, cuja proposta é aproximar a Universidade da sociedade civil em sua forma mais ampla.

“A USP tem um papel arrojado na sociedade brasileira. Da nossa parte, da engenharia e da tecnologia, podemos colaborar muito com a resolução de conflitos que impactam diretamente a sociedade, o bem-estar social, o meio ambiente, de forma a zelar pela governança ética e justa para todos”, ressalta a diretora da Escola Politécnica, Liedi Legi Bariani Bernucci.

A cerimônia também contou com a participação do presidente da Associação Paulista do Ministério Público, Paulo Penteado; do presidente do CRC, Frederico Straube; da vice-presidente do Glip, Marike Paulsson; do assessor da Reitoria e idealizador da iniciativa, Gerson Damiani; e dos conselheiros do Glip e do CRC.

O post Escola Politécnica apresenta novo Centro de Resolução de Conflitos apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp