29°C
Few clouds

Estado de SP tem recorde diário de 3ª dose contra a COVID-19

Primeira pessoa vacinada contra a COVID-19 no Brasil, a enfermeira Mônica Calazans recebeu nesta quarta-feira (6), no Palácio dos Bandeirantes, a terceira dose do imunizante do Instituto Butantan. O ato simbólico foi acompanhado pelo Governador João Doria e marcou o recorde diário nas doses de reforço aplicadas em todo o estado.

Veja também
Site Vacina Já faz pré-cadastro da imunização contra COVID-19
Guia de prevenção sobre o novo coronavírus
As medidas adotadas pelo Governo de SP para o combate ao coronavírus

“Mais uma boa notícia. De um total de 122 mil doses em um único dia, o estado de São Paulo bateu o recorde de aplicação da chamada dose de reforço, ou também conhecida como terceira dose”, declarou o Governador. Além de Mônica, o Secretário de Estado da Saúde Jean Gorinchteyn também recebeu o reforço do imunizante durante a entrevista coletiva na sede do Governo do Estado.

A vacinação contra a COVID-19 em todo o Brasil começou por iniciativa do Governo de São Paulo no último dia 17 de janeiro, logo após a aprovação do uso emergencial da vacina do Butantan pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Trabalhadora da linha de frente no tratamento a pacientes contaminados pelo coronavírus, Mônica se tornou símbolo da importância da vacinação.

A aplicação da terceira dose em São Paulo começou no dia 4 de setembro nos 645 municípios paulistas. O reforço é dirigido a toda a população idosa, adultos imunossuprimidos e profissionais de saúde dos serviços de saúde públicos e particulares.

O recorde de terceira dose foi registrado na última terça (5). Na etapa que se estende até domingo (10), o público-alvo é formado por 1 milhão de trabalhadores da saúde e outros 104 mil idosos com idade entre 60 e 69 anos. Todos devem ter completado o esquema vacinal de duas aplicações entre fevereiro e março.

A partir da semana que vem, a Secretaria da Saúde prevê mais quatro fases escalonadas para aplicação das doses adicionais nos públicos-alvos que completaram o ciclo vacinal em abril. De 11 de outubro a 11 de novembro, a meta é aplicar a terceira dose em cerca de 2,7 milhões de pessoas.

Os grupos acima de 80 anos e imunossuprimidos já entraram na estratégia em semanas anteriores e, desde segunda-feira (27), a oferta das doses está em curso para pessoas de 70 a 79 anos. Os que têm entre 60 e 69 anos serão contemplados entre os dias 4 e 10 de outubro.

As doses adicionais são aplicadas com base nos intervalos mínimos após a segunda dose ou conclusão do esquema vacinal – de pelo menos seis meses para quem tem 60 anos ou mais, e ao menos 28 dias para os adultos com imunossupressão. Todos os imunizantes contra a COVID-19 são seguros, eficazes e estão sendo usados nesta iniciativa.

A apresentação com o calendário de aplicação das doses adicionais de vacinas contra o coronavírus está disponível no link https://issuu.com/governosp/docs/apresenta_o_vacina_o_sp_b384d62124f1fa.

O post Estado de SP tem recorde diário de 3ª dose contra a COVID-19 apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp