22°C
Overcast clouds

Fiscalização do escalonamento em Aparecida começa nesta segunda-feira, 08

A Prefeitura de Aparecida, por meio dos órgãos municipais fiscalizatórios começa a fiscalizar a partir desta segunda-feira, 08, o cumprimento da portaria 035/2020 que especifica as regras de escalonamento regional para funcionamento do comércio no município. O escalonamento começará nesta segunda-feira, 08, nas macrozonas Vila Brasília e Jardim Alto Paraíso. O ponto inicial da operação será às 8h na Avenida Rudá com Avenida São Paulo, na Vila Brasília.

“O objetivo é ampliar a taxa de isolamento social em Aparecida que hoje está abaixo dos 36% para mais de 50%, que é o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS)”, destacou o prefeito Gustavo Mendanha durante coletiva à imprensa para explicar como seria o escalonamento regional no município. “Queremos evitar o colapso no nosso sistema de Saúde, que hoje, está em uma situação estável. Por isso precisamos barrar a transmissão do vírus e o escalonamento é uma opção viável”, pontuou.

Os agentes de fiscalização irão vistoriar, nas regiões em que é determinado o fechamento total dos comércios, se os estabelecimentos estão aderindo a medida adotada pela prefeitura. “Nessas regiões a fiscalização será reforçada e se identificado algum comércio funcionando, o mesmo será interditado e orientado que cumpra as regras da portaria. Caso reincide no não cumprimento será multado e poderá ter o alvará de funcionamento suspenso”, esclareceu o secretário da Fazenda de Aparecida, André Luis Rosa.

A ação contará com fiscais das secretarias da Fazenda, Mobilidade e Defesa Social, Meio Ambiente, Regulação Urbana, Guarda Civil Municipal, Grupo de Gestão Integrada do Município (GGIM) e Vigilância Sanitária que percorrerão as regiões nos dias definidos de fechamento total dos comércios e também as macrozonas que estarão autorizadas a abrir para averiguar o cumprimento das regras sanitárias e dos protocolos presentes no alvará de liberação do programa Retomada Responsável.

Ao todo serão 800 agentes de fiscalização percorrendo toda a cidade para observar se comerciantes e clientes estão agindo conforme as normas estabelecidas nas portarias 028 e 035. Entre as regras que precisam ser cumpridas pelos estabelecimentos que estão inseridos nas zonas autorizadas a abrir estão: alvará provisório impresso, termômetro em pontos com maior fluxo de pessoas como os shoppings, disponibilização de alcool em gel e uso obrigatório de máscara por cliente e comerciante.

As 10 macrorregiões foram divididas em Jardim Alto Paraíso, Vila Brasília, Buriti Sereno, Expansul, Papillon Park, Santa Luzia, Zona da Mata, Centro, Cidade Livre e Garavelo. Os fechamentos regionais acontecerão um dia por semana, em duas macrozonas diferentes. Como mostra o quadro abaixo, nas segundas-feiras serão fechados os comércios, inclusive os essenciais como farmácias, padarias, distribuidoras e supermercados, nas macrorregiões da Vila Brasília e Jardim Alto Paraíso.

Nas terças-feiras não funcionarão os estabelecimentos das macrorregiões Garavelo e Zona da Mata; nas quartas ficarão sem abrir os comércios das macrorregiões Centro e Expansul; já nas quintas-feiras não abrem Santa Luzia e Papillon Park; por fim, nas sextas-feiras ficam fechados os estabelecimentos da região Cidade Livre e Buriti Sereno. Os Sábados e domingos não entram neste primeiro cenário do escalonamento, podendo nos moldes do alvará de liberação de funcionamento de acordo com cada CNPJ.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp