22°C
Scattered clouds

Fiscalização em Aparecida espanta aglomeradores e apreende veículos

Equipes de fiscalização e de segurança apuram denúncias e cobram o cumprimento das normas sanitárias contra a Covid-19; Aparecida está no cenário verde, de risco baixo

Em nova noite de fiscalização das normas de isolamento social, a equipes da Prefeitura de Aparecida percorreram várias regiões da cidade, nesta sexta-feira (7), numa ação que dispersou aglomerações, cobrou o uso da máscara de proteção facial, apreendeu veículos por perturbação do sossego público com som automotivo e interditou estabelecimentos que não tinham licença para funcionar. Também foram apuradas denúncias feitas pelo telefone 153.

A fiscalização resultou em quatro estabelecimentos comerciais interditados, dois veículos apreendidos, uma caixa de som apreendida por perturbação do sossego público (assim como os carros) e 66 multas aplicadas pelo não uso da máscara de proteção facial. Somadas, as multas pelo não uso da máscara totalizam quase R$ 7 mil. Essa infração prevê multa de R$ 106.

No Parque Santa Cecília, as equipes com agentes do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e da Guarda Civil Municipal (GCM), e fiscais de Posturas, da Regulação Urbana e da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semma) dispersaram aglomeração na porta de uma distribuidora de bebidas com dezenas de frequentadores do local. A maioria não usava máscara.

O estabelecimento, que não tinha alvará de funcionamento e de abertura em horário especial, foi multado em R$ 1.212,33 e interditado. Ainda na distribuidora de bebidas, a Semma apreendeu um veículo com som automotivo. O proprietário do carro foi multado em R$ 5 mil.

“A população pode ligar, pode denunciar, que haverá sempre uma equipe da Semma, Regulação Urbana, Posturas ou da Guarda Civil Municipal para acompanhar sua denúncia”, enfatizou Delázaro Gomes, integrante do GSI, que coordenou a operação desta sexta-feira.

Aparecida está no cenário verde, de risco baixo, do isolamento social intermitente por escalonamento regional das atividades econômicas. Agora, os comércios não essenciais fecham uma vez por semana, conforme a macrozona em que se encontram. A cada dia, de segunda a sexta, fecham duas das dez macrozonas da cidade. Festas, eventos e shows com música ao vivo continuam suspensos.

Fotos: Wigor Vieira

Fonte: Secom/Aparecida

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp