25°C
Clear sky

Fórmula E: Lucas di Grassi vence primeira de duas etapas no México

O brasileiro Lucas di Grassi venceu a primeira das duas etapas da temporada 2021 da Fórmula E na cidade de Puebla (México). Neste sábado (19), o piloto cruzou a linha de chegada em segundo, atrás de Pascal Wehrlein, mas foi beneficiado por uma infração técnica cometida pela Porsche, escuderia do rival alemão, herdando a primeira colocação. A segunda das provas em Puebla será neste domingo (20), com treino de classificação às 14h (horário de Brasília) e largada às 18h. Faltam sete corridas para o término da temporada.

That’s a 1-2 for @audisport at the CBMM Niobium #PueblaEPrix, with @LucasdiGrassi finishing in P1 ahead of @ReneRastRacing ????????⚡️

Click here for LIVE updates ???? https://t.co/qD4c9DojZZ pic.twitter.com/mfzWO2b8Jw

— ABB FIA Formula E World Championship (@FIAFormulaE) June 19, 2021

Foi o primeiro triunfo do paulista na categoria dos carros elétricos desde 25 de maio de 2019 e o terceiro dele no país norte-americano. As duas vitórias anteriores, porém, tinham sido na Cidade do México. Companheiro do brasileiro na equipe Audi, o alemão René Rast chegou na segunda posição, enquanto o suíço Edoardo Mortara, da Venturi, foi o terceiro. O mineiro Sérgio Sette Câmara, da Dragon, terminou em 15º e não somou pontos.

“Muitas vezes, parece que o automobilismo é um esporte individual, mas não é. Que esta vitória seja um ponto de virada para a equipe. Este é o primeiro pódio da Audi no ano, e junto com o René. A gente tinha ritmo, faltava acertar uma corrida”, celebrou Di Grassi, em comunicado à imprensa.

O resultado levou o paulista ao 11º lugar na classificação geral, com 39 pontos. Nas sete corridas anteriores da temporada, o melhor desempenho tinha sido o sétimo lugar na primeira de duas provas em Valencia (Espanha). Sette Câmara permanece com 12 pontos, na 21ª colocação.

A liderança é de Robin Frinjs, dos Países Baixos, com 62 pontos. Na prova deste sábado, Frinjs, que compete pela Virgin, envolveu-se em um acidente com o compatriota Nick de Vries, da Mercedes, e terminou apenas na 16ª posição, fora da zona de pontuação. Atual campeão, o português António Félix da Costa, da Techeetah, chegou em sexto e subiu para segundo na classificação, com 60 pontos.

What a race! On the podium with @lucasdigrassi and @ReneRastRacing.

>> https://t.co/ktQ0jleme7#FutureIsAnAttitude #ABBFormulaE #FormulaE #PueblaEPrix #etron #ChangeAccelerated pic.twitter.com/AIx6pvqh0m

— Audi Sport (@audisport) June 19, 2021

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp