21°C
Clear sky

Goiás recebe R$ 84 milhões para micro e pequenas empresas do setor de turismo

Recursos são disponibilizados via GoiásFomento e têm como prioridade ampliar ações de retomada do turismo e assegurar manutenção de empregos.

Com a meta de fortalecer a cadeia produtiva do turismo no Estado, o governador Ronaldo Caiado, acompanhado dos ministros Gilson Machado Neto (Turismo) e João Roma (Cidadania), anunciou, nesta sexta-feira (20/08), em Goiânia, o repasse de R$ 84 milhões em linhas de crédito para o setor, considerado um dos mais impactados pela pandemia da Covid-19.

Os recursos do Governo Federal são do Fundo Geral do Turismo (Fungetur) e serão disponibilizados via Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento). A ação tem como objetivo ampliar investimentos e assegurar a manutenção de empregos e empresas. Ainda na capital, com presença do prefeito Rogério Cruz, o chefe do Executivo estadual e os gestores federais também participaram da entrega de 22 veículos que darão mais mobilidade à assistência social do município e da Região Metropolitana.

“Estamos escrevendo um momento histórico ao impulsionar a cadeia produtiva do turismo em Goiás”, afirmou o governador. Em seu discurso, no Palácio das Esmeraldas, Caiado agradeceu a parceria com o Governo Federal. Também disse ser apaixonado pelas belezas naturais do Estado e que tem trabalhado para ampliar ações de valorização ao patrimônio histórico material e imaterial do Cerrado. “Nosso povo é ordeiro, trabalhador e determinado. Que possamos, cada vez mais, ter uma gestão avançada, pautada no diálogo e voltada aos mais humildes”, projetou.

Do valor total, a GoiásFomento já liberou R$ 19,5 milhões em 289 contratos de operação de crédito, com expectativa de gerar ou preservar 2.067 postos de trabalho. Outros R$ 13,7 milhões estão aprovados e em processo de contratação, alocados em 306 contratos de operação de crédito, e com expectativa de gerar ou preservar 1.896 empregos. Há ainda R$ 3,9 milhões em análise. “Esses investimentos são fundamentais para a recuperação do turismo”, afirmou o ministro Gilson Machado Neto, ao explicar que além do valor destinado para Goiás, o Governo Federal também aportou recursos via Caixa Econômica Federal (R$ 1,2 bilhão) e BRB (R$ 521 milhões). Ambos voltados para o setor turístico.

Do total de recursos, a GoiásFomento tem ainda R$ 46,7 milhões disponíveis para que o empresariado do setor de turismo possa contratar, e alavancar a sua empresa, em especial agora, em que a economia dá os primeiros passos na retomada pós-pandemia.

O setor de turismo foi um dos mais impactados com as restrições impostas pela Covid-19. Em Goiás, o Estado amplia os investimentos para assegurar que empresas do segmento tenham capital e continuem a gerar emprego e renda em seus municípios.

O presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, alerta que a pandemia ainda não passou e que as novas verbas disponibilizadas pela União para o Estado representam um alívio no bolso dos empreendedores. “É muito importante essa ampliação dos recursos do Fungetur, porque significa acessibilidade, facilidade nas garantias, desburocratização, juro baixo, carência, socorro ao setor para 2022, já que o turismo não volta agora. Algumas atividades foram mais prejudicadas, ainda precisam de apoio e o governo está atento a isso”, ressaltou.

Linhas de crédito
Dos R$ 84 milhões, parte do recurso, R$ 54 milhões, já estão no caixa da GoiásFomento. Os outros R$ 30 milhões estarão disponíveis a partir desta semana. Eles serão disponibilizados em linhas de crédito específicas para o setor do turismo, tais como: hotéis, pousadas, restaurantes, guias de turismo, agências de viagens, promotores de eventos, entre outras instaladas nos 246 municípios goianos.

Segundo o presidente da GoiásFomento, as linhas de crédito são bem amplas e visam atender toda a cadeia produtiva do turismo com valores que podem chegar a R$ 2 milhões, com prazo de pagamento de até 240 meses, incluindo carência de até 60 meses para aplicação em obras civis, ampliação, modernização, reforma e aquisições, quando integrarem projetos de capital fixo e capital de giro associado.

As linhas de crédito para aquisição de máquinas, equipamentos, móveis, utensílios, veículos com capital de giro associado e/ou capital de giro puro, os valores podem chegar até R$ 2 milhões com prazo de até 60 meses para pagar e 12 meses de carência. Em ambos os casos os juros são de 5% ao ano mais Selic.

Por fim, os Guias de Turismo contam com linha de crédito especial com taxa de juros ainda menores 2,5% mais Selic. Podendo obter R$ 8 mil com prazo de até 48 meses e carência de 12 meses.

Assistência social
Antes da pauta com o setor turístico, o governador Ronaldo Caiado, os ministros e o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, vistoriaram a entrega de 22 veículos do governo federal à prefeitura da capital e também para demais cidades goianas durante a ação “Isso é Cidadania”, no Paço Municipal.

A iniciativa, realizada em todo o país, doa, além de carros, cestas básicas e faz a entrega de benefícios. Em Goiânia, foram 18 veículos de passeio e quatro micro-ônibus do Programa de Mobilidade de Assistência Social do Ministério da Cidadania (MOB-Suas) entregues, ao valor de investimento de R$ 2,09 milhões.

As cidades que receberão os automóveis serão: Goiânia, Aparecida de Goiânia, Jussara, Novo Gama, Rubiataba, São João da Paraúna, Flores de Goiás, Alto Horizonte, Campinorte, Nova Glória, São João D’Aliança, Silvânia, Pirenópolis, Nerópolis, Cabeceiras e Lagoa Santa. A Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) também será agraciada.

“São ações que nós vemos com um único objetivo, que é o de atender famílias vulneráveis do nosso estado”, disse o governador. “Esta parceria é extremamente positiva. Por parte do governo do Estado, aqui terá sempre a contrapartida, como elo menor, mas eficiente, para dar a resposta e superar este momento, fazendo com que a retomada venha cada dia mais forte para recuperação da economia do nosso Estado e também da renda per capita das nossas pessoas”, enfatizou.

“Goiás é um estado que tem como característica um povo ordeiro, trabalhador, determinado, que defende suas convicções”, disse Caiado. “Estamos sempre abertos ao diálogo para que possamos, cada vez mais, mostrar que com uma gestão avançada, quebrando preconceitos, chegando nas pessoas mais humildes, nós vamos escrever um grande momento da história deste país”, pontuou.

O “Isso é Cidadania” busca ampliar a mobilidade das equipes da Rede de Proteção Social do Sistema Único de Assistência Social (Suas), bem como promover acessibilidade e o transporte de pessoas idosas, com deficiência, demais usuários do serviço, além de programas do setor.

“Essa parceria é que queremos ampliar em Goiânia. Com toda certeza, ela será uma realidade. O Governo de Goiás tem trabalhado junto com a Prefeitura de Goiânia em diversos assuntos de interesse dos goianienses”, afirmou o prefeito Rogério Cruz. “Quando os Poderes se unem, o povo é quem ganha. E é isso que nós temos realizado nas áreas da saúde, da mobilidade e em tantas outras para melhorar a qualidade de vida das pessoas”, ressaltou.

Ainda foi feita a entrega simbólica de um veículo para a instituição filantrópica Casa de Eurípedes, no Setor Rio Formoso, fruto de uma parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública no combate às drogas, que faz a apreensão de automóveis e bens do tráfico de entorpecentes e destina os objetos às ações sociais.

“Nossa prioridade é a gestão. O presidente (Jair) Bolsonaro determinou que viéssemos aqui e disse, governador, que o que o senhor precisar do governo federal, que se sinta em casa. Se a gente não tiver o recurso, a gente vai lutar para ter, porque Goiás merece”, frisou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

“É um momento muito especial para que a gente simbolize a cooperação das instituições hoje no Brasil, inclusive com a visita do governador Ronaldo Caiado. O que o povo espera de seus líderes políticos é que a gente possa atuar em benefício daqueles que mais precisam”, completou o ministro da Cidadania, João Roma.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp