25°C
Clear sky

Governadoria veta circulação obrigatória do transporte coletivo à noite na Região Metropolitana de Goiânia

Será analisado pelo Parlamento goiano o veto integral ao autógrafo de lei n° 194, de 20 de abril de 2022, proposta do deputado Henrique Arantes (MDB), que torna obrigatória a circulação do transporte coletivo no período noturno na Região Metropolitana de Goiânia.
O veto foi encaminhado pela Governadoria e tramita sob o nº 10166/22. O Executivo usou como justificativa a inconstitucionalidade da proposta e pareceres da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) e Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC).
De acordo com avaliação da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), a função pública de transporte coletivo deve ser regida por lei específica e o Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Goiânia (Codemetro) é o órgão responsável pela organização, planejamento e execução das funções de interesse comum. Ainda segundo a PGE, entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) determina que, em casos como este, é vedada a concentração do poder decisório em um só ente federado, portanto, o Estado não poderia obrigar todos os municípios da Região Metropolitana a seguir a determinação proposta pelo autógrafo de lei.
Além disso, a AGR afirmou que a demanda de transporte coletivo na madrugada é baixa, ou seja, haveria ociosidade de veículos, a qual poderia acarretar no aumento da tarifa. Por fim, conforme informou a CMTC, a oferta de viagens do serviço noturno de transporte público coletivo na Rede Metropolitana de Transporte Coletivo da Grande Goiânia (RMTC) já existe. Denominado “Serviço 24 Horas” e apelidado “Corujão”, a iniciativa existe desde 12 de março de 2010.
Na Comissão de Constituição, Justiça e Redação o processo está sob relatoria do deputado Virmondes Cruvinel (UB).

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp