28°C
Clear sky

Governo autoriza construção de porto em área da União no Espírito Santo

A Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União (SPU), do Ministério da Economia, autorizou a empresa Imetame Logística Ltda a utilizar área da União para construir, instalar e operar Terminal de Uso Privado (TUP) no Espírito Santo. Com isso, devem ser criados, aproximadamente, 650 empregos diretos e outras 300 oportunidades indiretas no ápice das obras. A ação, que faz parte do Programa SPU+, tem como objetivo atender políticas públicas essenciais ao desenvolvimento sustentável e gerar emprego e renda aos cidadãos.

O imóvel é um espelho d’água e está localizado no município de Aracruz (ES). Avaliado em mais de R$ 206 milhões, possui área total de 1.032.639,20 m² em águas públicas, que será destinada a uma retroárea, cais e berços de atracação, píeres, quebra-mar e bacia de evolução.

“É um projeto que vai beneficiar os cidadãos e fomentar a economia. Além dos empregos diretos e indiretos criados durante a execução das obras, a expectativa é a implementação de cerca de 25 mil empregos na cadeia produtiva portuária e de logística após o início da atividade operacional do porto”, destacou o secretário de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, Mauro Filho.

A partir da assinatura do contrato – que será celebrado entre a SPU e a Imetame Logística – a empresa terá prazo de quatro anos para finalizar a implantação do porto. Pela utilização do espaço, ela pagará anualmente à União cerca de R$ 4,1 milhões.

Programa SPU+

O Programa SPU+ visa a destinar imóveis para atender políticas públicas prioritárias e transformar os imóveis da União em ativos geradores de receitas para estados e municípios e de emprego e renda para os cidadãos.

Com informações do Ministério da Economia

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp