26°C
Overcast clouds

Governo deve estender a mão aos que mais precisam para colher no futuro

 

Passada a pandemia do coronavírus o Brasil terá que se reinventar para vencer a quebradeira econômica. Para isso, Governo Federal, estados e prefeituras terão que pensar justamente naqueles que movem a economia do Brasil: os mais pobres e as pequenas empresas.

Não será nada fácil, mas em se tratando de Brasil a vida do pobre e do pequeno empreendedor nunca foi mesmo um mar de rosas.

São, nesses momentos, de dificuldades que o governo precisa estender a mão, criando alternativas para quem sempre ajudou a manter o país de pé.

Se o governo pensar em salvar as grandes empresas, que geralmente são as que mais sonegam impostos e se beneficiam dos incentivos, já vai começar errado.

Em um pais com mais de 200 milhões de habitantes, os esforços precisam estar focados na melhor distribuição de renda, na geração de empregos e também na economia dos gastos públicos.

A pandemia vai passar, mas ainda restaram a fome, o desemprego, a desigualdade social, a violência e a corrupção. Paralelo a isso teremos também a garra de um povo trabalhador acostumado a vencer desafios.

A mãozinha do governo que, agora, deve ser estendida para ajudar, lá na frente irá, sem dúvidas, colher os frutos da boa ação. Afinal, sempre foi dito que é dando que se recebe.  Porém, quando o assunto é governo nenhum cafezinho sai de graça e, neste momento, ninguém está pedindo nada. O que o povo quer mesmo é só uma luz no fim do túnel para recomeçar mais uma vez !

Jornalista, Rodrigo Augusto

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp