21°C
Scattered clouds

Governo investe R$14 milhões para aquisição de navio para assistência a populações ribeirinhas

Em parceria com a Marinha do Brasil, o Ministério da Saúde destinou R$ 14 milhões para a compra de mais um navio para assistência médica de famílias ribeirinhas nas regiões do Amapá e do Pará. Na sexta-feira (22), o secretário de Atenção Primária à Saúde (Saps), Raphael Câmara, participou da cerimônia que deu início à construção do navio de Assistência Social e Hospitalar Anna Nery. O projeto de edificação do barco e aquisição dos equipamentos foi coordenado pela pasta, e tem previsão de atendimento a partir de agosto de 2022.

As ações de cidadania da futura embarcação incluem atendimento médico, odontológico, hospitalar e sanitário, campanhas de promoção à saúde, pesquisa de doenças tropicais e missões de busca e salvamento, beneficiando as populações que vivem próximas aos rios do Norte do país, locais de difícil acesso. “A assistência da região ganha reforço para atender os cidadãos que mais precisam. E a Marinha é grande parceira do Governo Federal para levar cuidado de qualidade aos locais remotos”, ressaltou Câmara.

Para o diretor-geral de material da Marinha, almirante de esquadra José Augusto Cunha, o trabalho da instituição também voltado para o desenvolvimento social da região amazônica. “Além de benefícios sociais, a construção do navio traz estímulos econômicos, gerando oportunidade de empregos diretos e indiretos para a população local em um período em que o país enfrenta dificuldades geradas pela pandemia”, explicou.

O navio foi batizado com o nome de Anna Nery, em alusão à enfermeira que se voluntariou para ajudar os combatentes feridos na Guerra do Paraguai. Essa é a primeira vez que a Marinha homenageia uma personalidade feminina. O navio está sob responsabilidade do 4º Distrito Naval do Comando da Marinha.

 

Com informações do Ministério da Saúde

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp