22°C
Scattered clouds

Gustavo Mendanha dialoga com empresários e lideranças sobre combate a pandemia em Aparecida

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), realiza a partir desta quinta-feira, 11, uma série de videoconferências com lideranças da cidade – vereadores, empresários, lideranças classistas e religiosas e comerciantes. O objetivo das reuniões virtuais, segundo o gestor, é o de apresentar a situação da pandemia do Coronavírus na cidade que hoje está com ocupação dos leitos de UTI acima de 90% e com alta taxa de transmissão, para que todos possam atuar em parceria com o poder público, no enfrentamento a covid-19. Durante a manhã o prefeito conversou com os vereadores, secretários e secretários executivos.

Na tarde de quinta-feira, a videoconferência foi realizada com membros da Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia (Aciag), Associações dos Polos e empresários dos Polos. “Assim como fiz ano passado, me reunindo virtualmente com todo o setor produtivo e lideranças do município, venho aqui conversar com vocês, pois este é o momento mais crítico que vivemos da pandemia. A situação é preocupante e todas as ações precisam ser tomadas em conjunto. Eu tenho defendido a volta das atividades econômicas desde que seja com muita responsabilidade, por isso peço empenho de todos vocês para que possamos voltar o mais breve possível”, disse Gustavo Mendanha ao grupo de empresários.

O prefeito destacou que é necessário fortalecer parcerias mantendo diálogo consistente entre poder público e iniciativa privada. “São vocês que empregam, geram receita e dão dignidade para muitas famílias. Eu dependo do esforço de cada um e da parceira do setor econômico para que juntos possamos garantir qualidade de vida para as famílias de Aparecida”, acrescentou o prefeito ressaltando ainda que este é o momento de colocar a vida em primeiro lugar. “Ano passado nós nos reunimos e entramos num acordo onde usamos um modelo israelense para manter o isolamento social, de forma escalonada. Com isso conseguimos salvar vidas, não colapsamos nosso sistema e também salvamos nossa economia. Hoje vivemos um momento diferente, crítico mesmo, por isso preciso do apoio de todos os cidadãos”.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp