19°C
Clear sky

Gustavo Sebba questiona contrato da Metrobus para aluguel de ônibus elétricos

Primeiro deputado a ocupar a tribuna durante o Pequeno Expediente, na sessão híbrida desta quinta-feira, 7, Gustavo Sebba (PSBD) comentou sobre o anúncio de contrato de aluguel de ônibus na Metrobus. 
Segundo o parlamentar, há alguns dias foi anunciado que a Metrobus vai alugar 114 ônibus elétricos.  Ainda de acordo com Sebba, o edital lançado pela Metrobus fixou em R$ 69.600,00 o preço máximo de aluguel por cada ônibus.
 O deputado disse que foi pesquisar um contrato semelhante e achou na cidade de São José dos Campos, em São Paulo, o preço máximo pelo mesmo veículo é R$ 62 mil, o que significa uma diferença mensal de R$ 7.500 por ônibus. E calculou em R$ 102 milhões o superfaturamento durante toda a vigência de contrato, que é de 10 anos.
Ainda de acordo com o parlamentar, “o superfaturamento é altíssimo, mas além disso tudo, os veículos exigem recarga elétrica, porém o contrato não cita quem vai fazer a recarga”. Sebba  disse que o “rombo” pode ser muito maior, já que na cidade paulista, onde o contrato deixa claro que quem tem que bancar a recarga é a empresa, mas, segundo ele, no estado de Goiás, o contrato prevê apenas que a empresa precisa criar e manter estrutura física para recarga. Ele questionou se será o Estado que vai pagar a recarga, porque nesse caso, o custo do Estado será muito maior.
Ele finalizou afirmando que a Assembleia Legislativa precisa se posicionar sobre esse contrato.
 
 
 
 

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp