29°C
Overcast clouds

Habitação SP e CDHU participam de Summit Imobiliário

O Secretário de estado da Habitação, Flávio Amary, e o presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Silvio Vasconcellos, participaram nesta segunda-feira, 25 de outubro, do Summit Imobiliário Brasil 2021, transmitido pelas plataformas do Estadão.

Em um dos painéis do encontro, Amary destacou as parcerias com a Prefeitura de São Paulo para construção de moradias populares, o crescimento dos investimentos do governo do Estado no setor, as parcerias com a iniciativa privada com a PPP do Centro e a identificação de terrenos para acelerar a implantação de empreendimentos sociais.

O governador João Doria enviou uma mensagem para a abertura do encontro em que destacou a produção habitacional nesta gestão, que atinge 57 mil unidades, entre entregues e em produção.

“Quando temos uma estrutura forte, como a própria CDHU, que tem o Silvio Vasconcellos como presidente, e um corpo técnico de alta qualidade, dando apoio às inovações, a gente busca incorporar novidades. Um exemplo disso foi a busca ativa de terrenos que passaram por avaliações ambiental, legal e principalmente comercial, que é o conceito do Programa Nossa Casa, para a produção de habitacional de interesse social em cidades médias e grandes”, explicou Amary.

O secretário da Habitação também ressaltou as parcerias com a prefeitura de São Paulo. “Além de darmos continuidade à PPP do Centro, que está chegando a quase 4 mil unidades, outro compromisso com o município foi recentemente anunciado, que prevê a construção de 29 mil unidades habitacionais na cidade”.

Foco social

No encontro, o presidente da CDHU, Silvio Vasconcellos, expôs os principais investimentos da companhia, listando os programas de forte cunho social, como o Vida Digna e o Viver Melhor. “O Vida Digna é voltado especificamente ao litoral de São Paulo, onde vamos fazer as primeiras 3 mil unidades habitacionais, com o objetivo de retirar os moradores de palafitas, que é uma das mais difíceis situações de sub-habitação. Nesse programa, o governo do Estado está investindo cerca de R$ 600 milhões nesta primeira fase”, afirmou.

Segundo Vasconcellos, o objetivo é concluir a licitação das 3 mil unidades ainda neste ano. ”Certamente em 2022, o litoral será um grande canteiro de obras”.

Vasconcellos também detalhou o programa Viver Melhor, destinado à reforma e à regularização fundiária de moradias inadequadas em comunidades precárias nas regiões metropolitanas. “O Viver Melhor atua na requalificação de habitações extremamente precárias. Já estamos trabalhando em duas comunidades no ABC e iniciamos recentemente em Heliópolis”.

Segundo o presidente da CDHU, esse programa alia três grandes pilares: a regularização fundiária da moradia reformada, a melhoria das condições de salubridade da unidade e atende famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica. “Esse programa tem sido um sucesso. Pretendemos até o ano que vem requalificar 17,5 mil unidades”, afirmou.

O post Habitação SP e CDHU participam de Summit Imobiliário apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp