28°C
Clear sky

Hoje tem Diego e Arnaldo e João Neto e Frederico no Aparecida é Show

Seguindo mais uma noite de portões abertos ( entrada de graça), o Aparecida é Show recebe hoje as duplas, Diego e Arnaldo e João Neto e Frederico. A festança comemora os 96 anos de Aparecida de Goiânia e só encerra no próximo domingo com show de Pedro Paulo e Alex e Jefferson Moraes.

Diego e Arnaldo

A carreira de Diego e Arnaldo começou em abril de 2015, em Ribeirão Preto, quando Arnaldo assistiu a um show do Diego e, ao final, propôs que formassem uma dupla. A sintonia entre os dois deu tão certo que, em dezembro do mesmo ano, gravaram o DVD “Do Jeito que Nóis Gosta”. “Voltamos para Ribeirão Preto, pois essa cidade representa muito para gente, temos um carinho enorme por ela. O primeiro DVD, que também foi gravado aqui, foi um divisor de águas, pois a partir dele muitas portas foram abertas para nós. E, após um amadurecimento profissional, nós gravamos este novo projeto para mostrar ao público nossa evolução como artistas em um show intimista” conta Arnaldo.

 

Atualmente, a dupla trabalha com a música “Sofri em Dobro”, que está tocando em todas as rádios do país. O CD “Do Jeito que Nóis Gosta 2” já está disponível nos maiores sites de download de música. Em 2017, Diego e Arnaldo mudaram para Goiânia e assinaram contrato com a Mega Produções Artísticas, o mesmo escritório de João Neto e Frederico, Naiara Azevedo e May e Karen.

João Neto e Frederico

De origem natal de Goiânia, João Neto Nunes, nascido em 12 de agosto de 1979, e seu irmão Frederico Augusto Nunes, em 11 de março de 1982, formam uma dupla de cantores, que sempre tiveram na veia a influência musical do pai e do avô. Antes de se tornarem famosos, integraram o trio Rouxinóis, com o irmão Felipe. O amor pela música sempre falou mais alto, mas, por pedido dos pais, tiveram que primeiro fazer uma faculdade. Em suas formações: médico veterinário e agrônomo, respectivamente. João Neto se formou pela UFG em 2002 e é pós-graduado em clínica e cirurgia em pequenos animais pela Universidade do Espirito Santo do Pinhal (Qualitas). Na fase universitária, conciliavam os estudos com os shows e, só depois de formados, se dedicaram inteiramente à carreira. Mas o diploma não foi em vão. Serve para que, com a música e suas belas vozes, João Neto e Frederico possam difundir a cultura que tanto admiram. E é assim que eles têm feito há 10 anos.

 

 

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp