19°C
Clear sky

HRAC-USP é o primeiro Centro de Liderança em Fissuras Labiopalatinas no Brasil

A Smile Train anunciou na última terça-feira (13) o lançamento dos Centros de Liderança em Fissuras Labiopalatinas, e o Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da Universidade de São Paulo (USP) em Bauru foi escolhido como o primeiro deles no país.

Além do HRAC-USP, no Brasil, também foram estabelecidos Centros de Liderança no México, Chile, Índia, Gana, Vietnã e Filipinas. Este é um dos principais investimentos da Smile Train – maior organização filantrópica internacional de fissura labiopalatina – até o momento, promovendo seu compromisso de melhorar a equidade em saúde global e o acesso a tratamentos de fissura seguros, acessíveis e integrais em todo o mundo.

Segundo a organização, estima-se que cinco bilhões de pessoas em todo o mundo, incluindo muitas com fissuras, não têm acesso a cirurgias e procedimentos de anestesia seguros e acessíveis em suas próprias comunidades.

Nesse contexto, os Centros de Liderança servirão como núcleos regionais para o tratamento e treinamento profissional em fissuras, fornecendo um modelo de reabilitação integral e centrado na equipe de atendimento que compreende cirurgia, odontologia, fonoaudiologia, suporte nutricional, psicossocial e muito mais.

Equipados com tecnologia de ponta e equipe com alguns dos melhores profissionais de saúde especializados nesta área, os Centros de Liderança serão um modelo para outros centros de tratamento de fissura labiopalatina e garantirão que o mais alto padrão de tratamento de fissuras esteja disponível para todos.

“Este é certamente um marco histórico na trajetória de pioneirismo e inovação do HRAC-USP. Além de reconhecer a liderança de nossa instituição e a excelência dos serviços que prestamos, a ampliação dessa parceria com a Smile Train possibilitará melhorias em nossa infraestrutura, equipamentos e novas tecnologias, que irão beneficiar diretamente a assistência aos pacientes e as atividades de pesquisa e capacitação em saúde”, destaca o professor Carlos Ferreira dos Santos, superintendente do HRAC-USP e diretor da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB-USP). “É uma honra para a equipe do HRAC-USP poder contribuir com sua expertise para o desenvolvimento contínuo de profissionais altamente qualificados e especializados em todo o Brasil e no exterior”, completa.

Para o professor Nivaldo Alonso, chefe da Seção de Cirurgia Craniofacial do HRAC-USP, docente da Disciplina de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e membro do Conselho Médico Consultivo Global da Smile Train, “essa parceria vem colaborar para ampliar ainda mais a oferta de educação continuada e qualificação profissional, de tratamento completo e de qualidade e de disseminação do conhecimento e das melhores práticas para a reabilitação dos pacientes com fissura labiopalatina”.

“O impacto dos Centros de Liderança vai muito além do tratamento da fissura. Eles fortalecerão os sistemas de saúde nesses países e regiões”, afirma a presidente e CEO da Smile Train, Susannah Schaefer. “Eles são uma das muitas maneiras pelas quais a Smile Train, nosso Conselho Médico Consultivo Global, Conselhos Médicos Consultivos locais e nossos parceiros estão liderando o caminho para melhorias sustentáveis ​​nos sistemas de saúde globais para criar um melhor padrão de atendimento e um futuro mais saudável e feliz em todos os lugares onde atuamos”.

“A disparidade global de acesso a sistemas de saúde seguros e de alta qualidade, especialmente o tratamento cirúrgico especializado necessário para tratar as fissuras labiopalatinas, leva a milhões de mortes evitáveis ​​todos os anos”, alerta Larry Hollier, presidente do Conselho Médico Consultivo Global da Smile Train e chefe de cirurgia plástica do Texas Children’s Hospital. “Essa desigualdade se deve, em parte, à falta de acesso aos recursos, equipamentos e treinamento necessários para os profissionais de saúde. Tenho orgulho de fazer parte de uma organização que está comprometida em melhorar o acesso e a capacidade dos tratamentos para fissuras para crianças em todo o mundo”.

Com lançamento inicial em sete países da América Latina, África e Ásia, novos centros serão estabelecidos em breve em outras regiões do globo. Nos próximos cinco anos, a Smile Train prevê a introdução de dez centros adicionais em países de baixa e média renda, expandindo seu modelo sustentável de capacitar profissionais de saúde, treinando-os em suas comunidades para salvar as vidas de indivíduos com fissuras, enquanto constrói sistemas cirúrgicos mais fortes em todo o mundo.

Novos cursos e melhorias

O HRAC-USP é centro parceiro da Smile Train desde 2017 e essa união tem propiciado avanços importantes. Só em 2021, por exemplo, o HRAC-USP passou a ofertar três cursos inéditos: uma Residência Médica em Anestesiologia e duas Práticas Profissionalizantes nas áreas de fissura labiopalatina e cirurgia craniofacial, todos com bolsas de estudo concedidas pela Smile Train e administradas pela Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo (FUSP).

Também neste ano, a parceria viabilizou ainda incremento na atuação de médicos anestesiologistas, especialidade essencial na rotina cirúrgica; modernização de enfermarias, trazendo mais qualidade ao atendimento e maior conforto e acolhimento aos pacientes e acompanhantes; disponibilização de sala cirúrgica com sistema de transmissão em tempo real, recurso que favorece a capacitação e treinamento de alunos e profissionais; criação de um laboratório digital para planejamento virtual de cirurgias, com softwares e recursos em 3D, tecnologias que têm beneficiado a prática cirúrgica e possibilitado melhores resultados; além de manual e diversos workshops on-line voltados a profissionais de todo o país e do exterior, de áreas como nutrição, psicologia e serviço social.

Sobre o HRAC-USP

Fundado em 1967, o HRAC-USP é pioneiro em suas áreas de atuação e referência nacional e internacional no tratamento e pesquisa das anomalias craniofaciais congênitas, síndromes associadas e deficiências auditivas, com assistência disponibilizada via Sistema Único de Saúde (SUS).

Reconhecido como hospital de ensino pelos Ministérios da Saúde e da Educação, o HRAC-USP é também um importante núcleo de geração e difusão do conhecimento e inovações, com programa de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), além de cursos lato sensu e de extensão (residências médicas e multiprofissionais, especializações e práticas profissionalizantes), todos gratuitos.

Nesses 54 anos de atividades, o Hospital registra mais de 122.000 pacientes já atendidos (sendo 52.000 ativos) de todo o Brasil, e já formou cerca de 1.700 mestres, doutores, especialistas e outros profissionais em cursos de extensão universitária. Site: www.hrac.usp.br.

Sobre a Smile Train

A Smile Train capacita profissionais de saúde locais com treinamento, financiamento e recursos para fornecer cirurgia de fissura gratuita e atendimento integral para fissuras em todo o mundo. Promove uma solução sustentável para o tratamento da fissura, melhorando a vida das crianças, incluindo sua capacidade de comer, respirar, falar e se desenvolver.

Em mais de 20 anos, a Smile Train já apoiou o tratamento de fissuras com segurança e alta qualidade para mais de 1,5 milhão de crianças em todo o mundo. Para saber mais sobre como a abordagem da Smile Train implica em um impacto de imediato e de longo prazo, visite www.smiletrainbrasil.com.

O post HRAC-USP é o primeiro Centro de Liderança em Fissuras Labiopalatinas no Brasil apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp