19°C
Clear sky

Influenciado por exterior, dólar fecha no maior valor em duas semanas

Influenciado pelo retorno do pessimismo no exterior, o dólar superou a barreira de R$ 5,35 e encerrou esta sexta-feira (21) no maior valor em duas semanas. A bolsa de valores teve forte queda durante quase todo o dia, mas recuperou-se perto do fim da sessão e fechou próxima da estabilidade, com pequeno recuo.

O dólar comercial fechou o dia vendido a R$ 5,353, com alta de R$ 0,076 (+1,44%), no maior nível desde 5 de maio (R$ 5,365). A cotação subiu durante quase toda a sessão e encerrou próxima da máxima do dia.

Essa foi a segunda semana consecutiva de valorização da moeda norte-americana. A divisa subiu 1,58% na semana, mas acumula queda de 1,4% em maio. Em 2021, o dólar acumula alta de 3,16%.

No mercado de ações, o dia também foi marcado pelo pessimismo. O índice Ibovespa, da B3, encerrou a sexta-feira aos 122.592 pontos, com pequeno recuo de 0,09%. Apesar da volatilidade nos últimos dias, o indicador acumulou alta de 0,55% na semana.

Após um dia de trégua internacional, o mercado financeiro global voltou a ser afetado nesta sexta-feira pelos receios de que o Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) retire os estímulos concedidos durante a pandemia de covid-19 e comece a aumentar os juros da maior economia do planeta em 2022. Juros mais altos em economias avançadas pressionam países emergentes, como o Brasil.

* Com informações da Reuters

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp