21°C
Overcast clouds

Jogos de Tóquio tem quebra de recorde e conquistas históricas

O Brasil chegou a 99 medalhas de ouro na história dos jogos paralímpicos, na manhã desta segunda-feira (30). Assim, está a apenas uma da centésima. Nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, esse fim de semana foi de vários pódios, somando 12 medalhas de ouro para o Brasil. São mais oito de prata e 15 de bronze, totalizando 35 medalhas. Esse resultado coloca o país na sexta posição no ranking mundial.

O halterofilismo teve um ouro histórico com Mariana D’Andrea, beneficiada pelo Bolsa Atleta na categoria Pódio, a mais alta do programa de patrocínio direto do Governo Federal. Ela entrou para a história ao levantar 137 quilos e conquistar o primeiro título paralímpico do Brasil na modalidade. O resultado também marcou o primeiro pódio feminino do Brasil no halterofilismo em toda a história.

Mariana, de apenas 23 anos, tem 69 quilos e compete na categoria para atletas com menos de 73 quilos. “Venho treinando há cinco anos atrás desse objetivo. Minha melhor marca era 135 quilos e aqui fiz 137 quilos. Estou muito feliz e muito grata. Tudo que passei valeu a pena e consegui realizar meu sonho e minha medalha de ouro para o nosso país”, disse Mariana D’Andrea.

No halterofilismo, o Brasil está representado por sete atletas. Todos são integrantes da categoria Pódio. No ciclo Rio – Tóquio (2017 a 2021), o grupo recebeu R$ 2,3 milhões em repasses diretos, via Bolsa Atleta. No mesmo período, o Governo Federal repassou R$ 5,6 milhões pelo programa para o pagamento de 202 bolsas a 89 atletas da modalidade como um todo.

Ouros femininos

Três das quatro medalhas de ouro conquistadas no domingo (29) foram por mulheres. Além de Mariana D’Andrea, Carol Santiago, nos 50m livre da natação da classe S13, e Alana Maldonado, no judô, na categoria até 70kg, levaram o Brasil no lugar mais alto do pódio.

A paulista Alana Maldonado, atleta da categoria Pódio, do Bolsa Atleta, conquistou o primeiro ouro do judô feminino em todos os tempos em Jogos Paralímpicos. Alana faturou ouro na categoria até 70kg.

Já a nadadora Carol Santiago quebrou um jejum de 17 anos sem vitórias no feminino nos 50 metros livre da classe S13. Ainda bateu o próprio recorde paralímpico. Ela é beneficiada pelo Bolsa Pódio.

E nesta segunda-feira (30), mais uma mulher conquistou ouro para o Brasil. Foi Beth Gomes, no lançamento de disco da classe F52. A atleta ainda quebrou o recorde mundial.

Bolsa Atleta

O Brasil compete em Tóquio com a maior delegação em Jogos Paralímpicos no exterior. São 259 atletas, incluindo atletas-guia, calheiros, goleiros e timoneiro. Desse total, 236 são atletas titulares, dos quais 226 (95,7%) integram o Bolsa Atleta.

A maior parte dos esportistas (57,6%) recebe Bolsa Pódio, que é a principal categoria do Bolsa Atleta. São 136 atletas. Nas outras categorias são: 44 na Paralímpica, 26 na Internacional e 20 na Nacional.

O investimento total é de R$ 117 milhões do Governo Federal via Bolsa Atleta aos 226 esportistas desde 2005. Só no ciclo entre os Jogos Rio 2016 e Tóquio, são R$ 75 milhões depositados diretamente aos integrantes da delegação brasileira.

Quadro de Medalhas

Ouro

Gabriel Bandeira – natação, 100m borboleta da classe S14.

Petrucio Ferreira – atletismo, 100m da classe T47. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Silvânia Costa – atletismo, salto em distância da classe T11.

Wallace dos Santos – atletismo, arremesso de peso da classe F55. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Wendell Belarmino – natação, 50m livre da classe S11. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Yeltsin Jacques – atletismo, 5000m da classe T11. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Beth Gomes – atletismo, lançamento de disco da classe F53. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Carol Santiago – natação, campeã nos 50m livre da classe S1. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Mariana D’Andrea – halterofilismo, levantamento de peso na categoria até 73 quilos. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Alana Maldonado – judô, na categoria até 70 quilos da classe B2. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Gabriel Araújo – natação, 200m livre da classe S2. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Claudiney Batista – atletismo, lançamento de disco da classe F56. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Prata

Gabriel Araújo – natação, 100m costas da classe S2. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Jovane Guissone – esgrima em cadeira de rodas, na espada individual, pela categoria B. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Rodolpho Riskalla – hipismo de adestramento. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Gabriel Bandeira – natação, 200m livre da classe S14.

Bruna Alexandre – tênis de mesa da classe 10. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Thalita Simplício –  atletismo, 400m da classe T11. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Vinícius Rodrigues – atletismo, 100 metros da classe T63. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Alessandro Rodrigo da Silva – atletismo, arremesso de peso da classe F11. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Bronze

Daniel Dias – nos 100m livre da classe S5. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Daniel Dias – nos 200m livre da classe S5.

Phelipe Rodrigues – natação, 50m livre da classe S10. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Equipe de natação: revezamento 4 x 50m livre misto Atletas participantes: Daniel Dias, Joana Neves, Talisson Glock, que recebem Bolsa Pódio e Patrícia Santos, que tem o Bolsa Atleta na categoria Paralímpica.

Washington Junior – atletismo, 100m da classe T47. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Maria Carolina Santiago – natação, 100m costas da classe S12. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

João Victor Teixeira – atletismo, arremesso de peso da classe F37. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal

Renê Pereira – remo na prova do single skiff masculino da classe PR1. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Meg Emmerich – judô, na categoria até 70 quilos da classe B3.  Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Beatriz Carneiro – natação, 100 m peito da classe SB14.

Cícero Valdiran Lins Nobre – atletismo, lançamento de dardo da classe F57. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Julyana da Silva – atletismo, lançamento de disco da classe F57. Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Cátia Oliveira –  tênis de mesa pela classe 2.  Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Lúcia Araújo – judô, na categoria até 57 quilos da classe B3.  Recebe o Bolsa Pódio do Governo Federal.

Equipe de natação: Equipe de natação: revezamento 4 x 100m da classe S14. Atletas participantes: nadadores Ana Karolina Soares (Bolsa Atleta Internacional), Debora Carneiro (Bolsa Pódio), Felipe Vila Real (Bolsa Atleta) e Gabriel Bandeira.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp