28°C
Scattered clouds

Justiça determina internação de suspeita de planejar atentado à escola

A Justiça do Distrito Federal determinou, a pedido do Ministério Público, a internação psiquiátrica compulsória de uma jovem suspeita de planejar um ataque armado em uma escola pública no Recanto das Emas, na região Sudoeste da capital federal. 

De acordo com o Ministério Público do Distrito Federal, o pedido, feito ontem (22), foi solicitado para garantir a segurança da suspeita e de terceiros. Segundo o MP, os pais da jovem foram intimados, assim como a Secretaria de Saúde do DF foi oficiada para o cumprimento da medida.

As informações preliminares que subsidiaram a investigação contra a suspeita foram compartilhadas pela Agência de Investigações de Segurança Interna do governo dos Estados Unidos, por meio de um acordo de cooperação com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, que acionou a polícia no Distrito Federal.  

Durante operação deflagrada pela Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos na última sexta-feira (21), a jovem chegou a ser levada à delegacia, mas foi em seguida liberada, por não se configurar prisão em flagrante.

De acordo com o Ministério Público, o plano para o ataque seria executado no momento em que aulas presenciais pudessem ser retomadas.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp