21°C
Overcast clouds

Justiça libera contas da Afipe e afirma que entidade é vítima

   Em decisão na manha desta quarta, feira, 23, a juíza Placidina Pires, Juíza de Direito da Vara Estadual de Repressão ao Crime Organizado e à Lavagem de Capitais, liberou as contas da Associação Filhos do Pai Eterno – Afipe, que haviam sido bloqueadas quando do início da Operação Vendilhões do Ministério Público do Estado de Goiás e afirma que entidade é vítima na investigação.

Conforme trecho da decisão: “…e mais a mais, entendo necessário ressaltar que a  ASSOCIAÇÃO FILHOS DO PAI ETERNO – AFIPE figura como vítima dos supostos fatos criminosos objeto de apuração no PIC 02/2018 – GAECO, de forma que não se mostra razoável a manutenção do bloqueio judicial, sobretudo considerando que a referida associação já providenciou, por conta própria, a adoção de algumas medidas internas para afastar eventuais riscos de reiteração das práticas ilícitas – dentre elas, a troca do corpo diretivo da AFIPE, o afastamento cautelar do Padre ROBSON DE OLIVEIRA, a concessão de licença remunerada à investigada RAUANE CAROLINA AZEVEDO, até a conclusão das investigações, e a rescisão contratual de ANDERSON REINER FERNANDES.

   A nova direção da Afipe está tomando todas as providências para que não haja nenhuma mancha ou dúvida nas suas ações, que sempre buscaram a evangelização. A verdade precisa vir à tona para continuar a cumprir o dever de evangelizar através do Santuário de Trindade e nos meios de comunicação social.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp